A luta entre a razão e a emoção

Postado em 26/04/2018 06h00
Vivemos na ilusão de que somos totalmente livres, porém, experiências do dia a dia nos mostram exatamente o contrário. Muitas vezes, não agimos da forma que gostaríamos por estarmos presos às nossas emoções. Tendemos a acreditar que “agir com emoção” tem a ver com ser bondoso e amoroso, enquanto...

Ansiedade tem cura?

Postado em 19/04/2018 06h00
Sentir ansiedade em algum momento da vida é normal. Pode ser uma preocupação com algo que está para acontecer, como uma prova, uma apresentação em público, a expectativa de receber uma notícia, a viagem de um filho, etc. Todas essas situações são consideradas geradoras de ansiedade; portanto, sentir...

Por que somos tão supersticiosos?

Postado em 12/04/2018 06h00
Se estamos prestes a receber uma boa notícia tentamos manter sigilo temendo “olho gordo”. Se pensamos em algo que remete ao azar, batemos na madeira para isolar o mal. Se falamos na possibilidade de ocorrer uma tragédia, logo dizemos: “vira essa boca pra lá”. Além disso, muitas pessoas evitam passar...

Comportamentos que roubam nossa energia

Postado em 05/04/2018 06h00
Muitas pessoas se queixam de falta de ânimo para realização de projetos ou até mesmo para tarefas habituais. Fracassam nas metas que estipulam para si e, embora saibam o que deveriam fazer, simplesmente não conseguem agir. Desânimo dessa natureza pode sinalizar uso indevido da energia psíquica. É...

Celular, uma hipnose coletiva

Postado em 29/03/2018 06h00
Acredita-se que em média verificamos o smartphone entre 150 e 200 vezes por dia, todos os dias. Além disso, um estudo recente feito pela Global Web Index, revelou que os brasileiros ficam em torno de três horas e quarenta minutos on line pelos celulares todos os dias. O número é crescente, uma vez...

Os 5 hábitos das pessoas felizes

Postado em 22/03/2018 06h00
Vivemos numa sociedade onde a conquista é sinônimo de sucesso. Com isso, estamos sempre correndo atrás de alguma coisa: um melhor salário, uma promoção, um carro novo, uma casa, uma parceria afetiva, um lugar ao sol.  Somos estimulados a acreditar que quando acontecer algo, nossa vida irá...

As várias faces do egoísmo

Postado em 15/03/2018 06h00
Podemos definir egoísmo como um comportamento exclusivista onde uma pessoa coloca seus interesses, desejos e necessidades em primeiro lugar, em detrimento (ou não) dos demais. Não é difícil reconhecer alguém tipicamente egoísta, difícil é saber as causas que o levam a tal comportamento. Esse é o “x”...

Símbolo de força

Postado em 08/03/2018 06h00
Símbolo de força Crescemos ouvindo que mulher é sexo frágil, mas não é isso que vemos acontecer. Na prática o que temos são grandes exemplos de força: - Resiliência para conviver diariamente com o preconceito e o machismo que oprime e discrimina,  e ainda assim, continuar lutando pelos seus...

É possível um fracasso virar sucesso?

Postado em 01/03/2018 06h00
Sim. Sob o ponto de vista da psicologia, é possível transformar um ponto limitante em algo edificante. E exemplos não faltam: ex obesos que se tornaram atletas; exímios oradores com histórico de timidez; desempregados que se tornam grandes empresários;   ansioso que se transforma num...

Suportar sofrimento é característica dos fortes ou dos fracos?

Postado em 23/02/2018 09h57
É grande o número de pessoas que buscam terapia no intuito de se fortalecerem emocionalmente. Sentem-se fragilizados em determinadas situações mas gostariam de reagir de forma mais firme.  A busca em si é legítima, contudo o que não se tem bem definido, é o que significa, de fato, ser uma...

Entre a nostalgia e a ansiedade

Postado em 15/02/2018 06h00
Estudos apontam que passamos 70% do nosso tempo no passado, 25% no futuro e apenas 5% no momento presente. Isso explica o grande numero de pessoas melancólicas vivendo de lembranças ou ansiosas preocupadas com aquilo que ainda virá. É assustador pensar que desperdiçamos o momento presente para...

Como nasce a dependência emocional

Postado em 08/02/2018 06h00
Essa semana recebi uma história que, apesar de desconhecer a veracidade, possui um forte conteúdo psicológico e ilustra, brilhantemente, como ocorre a dependência emocional. “Em uma de suas reuniões, Hitler pediu que lhe trouxessem uma galinha. Agarrou-a forte com uma das mãos enquanto a depenava...