Rio Casca: uma sobrevivente

Tio Flávio / 17/08/2018 - 06h00


A palavra solidariedade é algo que Rio Casca, na Zona da Mata mineira, vivenciou firmemente no fim de 2017, mais especificamente em 4 de dezembro, quando uma chuva provocou uma enchente que avassalou a cidade. Com mais de 100 anos e cerca de 14 mil moradores, a cidade, banhada pelo Rio Casca, sofreu uma das suas maiores tragédias naturais.

Comércios próximos ao rio foram dragados, residências foram sugadas, diversas casas e propriedades agrícolas foram atingidas, animais morreram em baias e fazendas. Foi um dia que a população não esquecerá.

Meses depois, a cidade segue a sua vida, com marcas em suas ruas e paredes até hoje, mas vai se reconstruindo. Lembranças fortes ficam vivas, como a tentativa de fuga de moradores pelos telhados das casas, a retirada de idosos de residências invadidas pela água, a agonia e a luta pela sobrevivência. 

Outras lembranças ficaram no coletivo da cidade: nenhum cidadão morreu durante a catástrofe e a solidariedade foi o ponto alto, que uniu os moradores em torno de dar segurança às pessoas, em primeiro lugar, para depois limpar a cidade e reerguê-la aos poucos. Vários voluntários foram para as escolas receber as doações que não paravam de chegar em caminhões vindos das cidades do entorno e de algumas mais distantes. Ao chegar as doações, os itens eram imediatamente distribuídos para as famílias atingidas. Muita gente abriu suas casas para abrigar quem tinha perdido tudo.

Esse triste episódio serviu para que a população provasse que é possível se juntar e fazer muito, independente da ajuda imediata de governos, mas com a força de vontade e solidariedade de muita gente incansável.

A cidade segue sua vida, possui problemas como qualquer outra, mas o carinho da população é marcante. Com suas casas antigas, igrejas imponentes e pessoas receptivas, Rio Casca merece ser visitada, para que a boa comida da cidade seja provada, mas para também ver de perto a garra de um povo.

Conheça um pouco mais: http://www.riocasca.mg.gov.br/

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários