Salão do Encontro

Tio Flávio / 28/09/2018 - 06h00


Prestes a completar 48 anos de história em outubro próximo, o Salão do Encontro é uma instituição referência na promoção de desenvolvimento social por meio da educação, capacitação profissional e assistência social. Um trabalho lindo que eu não me canso de elogiar, pois, devido a ele, diversas crianças e adolescentes foram acolhidas e tiveram acesso a uma educação de qualidade.

Atualmente mais de 1.200 pessoas são atendidas por dia pelas atividades de educação, iniciação profissionalizante e fortalecimentos de vínculos, realizadas em Betim, e acolhimento institucional para crianças e adolescentes em Vespasiano.

Mas os trabalham não param. Por meio do patrocínio da Petrobras e do Governo Federal, a instituição promove a capacitação de jovens e adultos e reaplica técnicas manuais preservadas como Patrimônio Cultural Imaterial de Betim.

Fios de algodão natural ou coloridos e retalhos de diferentes texturas são transformados em peças exclusivas como tecidos, tapetes, mantas, cortinas e jogo americano. A técnica centenária de tear manual é preservada pelo Salão do Encontro. A modalidade é repassada para artesãos de Betim e região que tenham interesse em adquirir novos conhecimentos e gerar renda para sua família. 

Outra modalidade ofertada pelo projeto é a produção de bonecos de tecido, utilizando como matéria prima retalhos de tecidos e sobras de barbante de algodão para criação de bonecas exclusivas. Além de estimular a imaginação e o resgate de tradições culturais, as oficinas capacitam pessoas para o mercado de trabalho e, assim, criam uma nova forma de renda para a população.

As inscrições são gratuitas e para participar os interessados deverão comparecer à sede do Salão do Encontro, Rua João da Silva Santos, 34, Santa Lúcia – Betim/MG.

Mais informações na Assessoria de Comunicação Salão do Encontro: (31) 3532 4911 contato@salaodoencontro.org.br
 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários