Uma clínica odontológica do bairro Santa Efigênia, na região Leste de BH terá que indenizar uma paciente por danos materiais e morais após um tratamento malsucedido.  A decisão foi divulgada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) nesta terça-feira (10). São R$ 10.328,00 por danos materiais, valor equivalente ao custo do tratamento, e R$ 10 mil por danos morais.

Segundo o processo, em 2012, a paciente contratou o procedimento para a implantação de dois dentes na mandíbula anterior, colocação de uma prótese móvel e uma prótese total superior sem implante. Para a execução dos serviços, foram cobrados R$ 6.800,00, sendo pagos R$ 2 mil de entrada e o restante dividido em 12 parcelas de R$ 400 reais.

Após o início do tratamento, a paciente começou a sentir fortes dores e mastigava com dificuldade por causa do aparecimento de bolhas de sangue na boca. Ela retornou várias vezes ao consultório, mas as dores não diminuíram. Insatisfeita, procurou uma segunda clínica e se submeteu a um novo tratamento, que custou R$ 3.320,00. 

Em sua defesa, o profissional da clínica alegou que o quadro apresentado não foi provocado pelo tratamento realizado, mas o desembargador Otávio de Abreu Portes manteve a decisão, baseado no laudo pericial. O magistrado considerou que a prótese inferior acarretou dificuldade para mastigar e falar.