O parcelamento de multas, impostos e outros débitos com o uso de cartões de crédito está mantido em Minas pelo Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG).  A decisão vai contra uma portaria do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), da última sexta-feira (21), que suspendeu o uso da modalidade de pagamento, dois meses após a regulamentação.

Segundo o Detran-MG, aqui no Estado permanece em vigor a Portaria 753/17, que permite o parcelamento e está fundamentada na Resolução 697/17 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Para o órgão, o parcelamento é uma operação de crédito feita por empresas credenciadas que fazem o pagamento dos débitos à vista para os cofres públicos, possibilitando ao cidadão regularizar a situação do veículo. E que a modalidade está sujeita a juros praticados pelo mercado, que são pagos às operadoras do cartão.  

Leia mais:
Denatran suspende pagamento de multas com cartão de crédito ou débito
Denatran regulamenta pagamento de multas de trânsito com cartão
Pagamento parcelado do IPVA só poderá ser feito inicialmente nos postos do Detran