Você pode até torcer o nariz para os óleos faciais (especialmente se sua pele não é seca), mas precisa dar uma chance a esses produtos, que já se tornaram queridinhos das mulheres e são figuras presentes nos nécessaires de muitas delas. O item, ao contrário do que muitos pensam, é adequado para todos os tipos de pele, incluindo as oleosas.

No entanto, os produtos adequados para tratar e embelezar o rosto são aqueles que possuem a formulação equilibrada. Segundo a coordenadora do curso de Estética das Faculdades Promove, Patrícia Carvalhais, a presença desse artigo na rotina de skincare ajuda a manter integridade, beleza e saúde da pele. 

“Os óleos possuem oligoelementos, que são microminerais e compõem um conjunto de elementos químicos inorgânicos necessários para o organismo. Se o óleo for de boa qualidade, não deixará a pele oleosa e ainda ajudará a reter a umidade da pele”, explica.

A utilização do produto, inclusive, é uma das formas de combater a oleosidade da pele, afirma Thiago Martins, biomédico e fisioterapeuta. “Eles podem promover um equilíbrio no nosso organismo, fazendo com que o corpo entenda que está tudo bem na produção da oleosidade e que não precisa fabricá-la em excesso”, detalha.

ÓLEOS FACIAIS

À esquerda: Natura - Composto pelos ativos sapucainha e polifenóis, o Concentrado Revitalizante Chronos alivia o stress da pele, protegendo-a da poluição / À direita: Clinique - Sérum Anti-Idade de Reparação Customizada Clinique Smart reduz linhas e rugas e deixa a cútis mais uniforme

Parceria

Um dos questionamentos frequentes relativos ao assunto é sobre qual o produto mais poderoso para o tratamento e embelezamento da pele: óleo ou creme facial? Conforme os especialistas, o óleo sozinho não oferece a hidratação de que a pele precisa, porém, auxilia (e muito!) a manutenção do hidratante no rosto.

Para Karina Meyer, diretora de marketing da The Body Shop, eles são grandes parceiros. “Enquanto hidratantes são, na sua maioria, absorvidos (compostos, em média, de 75% de água e outras substâncias hidrofílicas e 25% ingredientes lipídicos), óleos ficam na superfície e funcionam como uma barreira para a pele não perder água, pois dificultam a evaporação para o meio externo”, esclarece.

ÓLEOS FACIAIS

The Body Shop - À esquerda: Feito a partir de 99% de óleos de origem natural, o Oils of Life tem textura leve e seca, revitalizando a pele logo na primeira aplicação / À direita: O Sérum em Óleo Noturno Vitamina E contém mistura de óleos de gérmen de trigo, girassol e jojoba, dentre outros

Uso múltiplo

Versáteis, os óleos faciais são aliados da beleza de várias formas, atuando até na prevenção do envelhecimento da pele. “Como temos vários óleos e cada um com suas propriedades, então depende de uma avaliação individual para indicar o que seria necessário para cada paciente”, chama a atenção o biomédico Thiago Martins.

E é, justamente, a diversidade de fórmulas disponíveis no mercado o “pulo do gato” nos cuidados com a face. “Os óleos vegetais são os mais benéficos para a pele, por terem propriedades umectantes, hidratantes e cicatrizantes”, aponta a coordenadora da Estética das Faculdades Promove, Patrícia Carvalhais. 

ÓLEOS FACIAIS

À esquerda: L’Occitane - O Óleo Antissinais Divine atua nos sinais visíveis de envelhecimento e melhora a firmeza da pele / À direita: Biossance - Óleo de tea tree ajuda na aparência da acne, poros dilatados e outras imperfeições. Com esqualano na composição, restaura a hidratação da pele

Ela destaca os benefícios dos produtos à base de gerânio, utilizado para reduzir manchas de envelhecimento e cicatrizes, e o de rosa mosqueta, que possui ação regeneradora dos tecidos, é cicatrizante e emoliente.

Karina Meyer, da The Body Shop, concorda com Patrícia sobre os benefícios dos compostos vegetais, por estes conterem ácidos graxos essenciais, como os ômegas 3 , 6, 9. 

“São gorduras necessárias dentro do corpo humano. Esses ácidos desempenham papel essencial nas funções da pele e sua aparência. Nosso corpo não produz ácidos graxos essenciais na quantidade necessária para funcionar corretamente, esta é razão pela qual devemos obtê-los a partir de fontes externas, uso oral ou tópico”, coloca.

ÓLEOS FACIAIS

À esquerda: Adcos - O Derma Complex Concentrado Vitamina C 20 é um anti-idade que revela a luminosidade da pele e estimula a produção de colágeno / À direita: Bio-Oil - A fórmula combina extratos de plantas e vitaminas, além do ingrediente exclusivo PurCellin Oil™, suspensos numa base de óleo

Além disso

Todas as faixas etárias podem se beneficiar com óleos faciais, desde que respeitadas as necessidades de cada pele e o hábito de manter a cútis sempre limpa. O biomédico Thiago Martins, que ressalta essa necessidade de higienização, destaca o passo a passo dos cuidados diários com o rosto:

1º) Limpeza: a primeira coisa que deve ser feita é a higienização da pele. Para tal, há vários produtos disponíveis no mercado, e até óleos específicos para este fim.

2º) Tonificar: a função do tônico facial é equilibrar o PH da pele, já que o sabonete líquido desregula e pode deixar a cútis ressecada, favorecendo o envelhecimento.

3º) Hidratação: devem ser utilizados produtos antioxidantes para manter a pele bem cuidada e saudável. “Nesta fase, podem ser aplicados produtos clareadores, antissinais, ou seja, aquele que for o tratamento ideal para cada tipo de pele”, orienta o especialista.

4º) Proteção: dentre todos os cuidados básicos, a proteção solar é a que exige maior atenção. O Sol e a iluminação artificial são os maiores inimigos da pele, e não adianta seguir as etapas anteriores se a pessoa não se protege adequadamente. “Escolha um protetor solar que se adapte melhor à sua pele. Para as mulheres, sugiro que usem pó e base que tenham filtro solar, pois auxiliam”, ensina Thiago Martins.

Leia mais:

Minas Trend muda direção criativa e divulga tema para 25ª edição

Cabelos-desejo: cortes e cores exibidos na telinha e na web inspiram o mundo 'real'

Das ruas à passarela: alta-costura 'conversa' com street style na Semana de Paris