A estação mais fria do ano se aproxima, com ela, os aromas adocicados e acolhedores. As notas combinam com a elegância do tempo ameno e, de acordo com especialistas, são as melhores escolhas para a temporada.

Perfumes quentes e marcantes, derivados das famílias olfativas oriental, gourmand e chipre, são os indicados por Cesar Veiga, expert do Núcleo de Inteligência Olfativa do Grupo Boticário. “Fragrâncias doces e aconchegantes, com toques como o da baunilha, são as melhores, já que o clima não combina com as frescas e geladas”, destaca.

As notas mais ambaradas também são muito adequadas para o inverno e os florais devem ser escolhidos com cuidado, observa Leonora Rocha Lima, editora de perfumes e criadora da Eaux Parfums. “As primeiras são intensas e envolventes. Já florais devem ser os mais pesados, com notas opulentas e flores brancas, ao contrário do calor, em que são mais apropriados os florais com notas verdes, mais suaves”.

Mas, apesar de os perfumistas apontarem fragrâncias adequadas para os dias frios, encontrar aquela que irá realçar sua personalidade é o ideal. “O perfume é uma forma de demonstrar um pouco de nós mesmos. Um meio de comunicação invisível e silencioso – mas poderoso – entre as pessoas”, afirma Cesar Veiga. 

Durabilidade

Antes de escolher o produto, é bom conhecer a nota olfativa dele, já que tem total ligação com a durabilidade na pele. Fragrâncias marcantes, como as indicadas para o inverno, duram mais, uma vez que as notas de fundo podem ser sentidas até seis horas após a aplicação.

“Para aumentar a durabilidade do perfume é importante sempre hidratar a pele com um creme ou hidratante corporal que tenha o mesmo cheiro ou um produto neutro. Eles agem como um filme que ajuda a reter a fragrância e fazer com que ele demore mais tempo para evaporar”, ensina Verônica Kato, perfumista da Natura.

Aplicar a fragrância em partes do corpo pouco expostas ao sol é a sugestão de Cesar Veiga, d’O Boticário. “Locais como punhos, peito, atrás da orelha, região da nuca para quem tem cabelos compridos, região do tórax ou entre os seios e atrás dos joelhos. Essas regiões são de grande circulação sanguínea e possuem temperatura mais elevada e, com isso, ajudam a exalar o cheiro”, coloca o especialista.

Ponto a ponto:

Notas: A composição de um perfume é dividida em três partes: notas de saída, de corpo e de fundo. As notas de saída são as primeiras sentidas e têm durabilidade entre 15 e 30 minutos. Normalmente, são os aromas mais cítricos e frutados. “Depois, entra em ação a nota de corpo, a fragrância predominante do perfume e que dá a personalidade a ele – a duração delas varia entre quatro e seis horas”, explica Verônica Kato, perfumista da Natura. 

As notas de fundo, por fim, são caracterizadas pelo cheiro sentido após seis horas da aplicação. “Perfumes adocicados e ambarados são acentuados nesta fase e, por consequência, têm uma maior durabilidade”, afirma.

Fixação: Algumas ações podem fazer com que a fragrância fique por mais tempo na pele. Quanto maior a área aplicada, mais acentuado ficará o cheiro do perfume. Além disso, a concentração do produto influencia no tempo de perfumação, sendo os deo parfums mais encorpados e as deo colônias de menor durabilidade. 

“O ideal é aplicar três vezes seguidas no mesmo local quando se trata de uma deo colônia e duas vezes quando for um deo parfum. Para finalizar, dê uma borrifada para cima, entrando debaixo da névoa formada”, ensina Verônica Kato.

Detalhe: Uma curiosidade é que peles oleosas e com boa hidratação têm maior poder de fixação do perfume. Assim como lugares com clima frio e úmido, porque as baixas temperaturas diminuem a evaporação da fragrância. Em locais de clima seco, o ideal é reaplicar o produto mais vezes ao dia. Outra dica é sempre utilizar o perfume nos locais que têm ausência de calor, como o cabelo e a roupa. 

No entanto, “perfumar os cabelos pode ressecá-los se o produto for manipulado com álcool, mas borrifadas na nuca são bem-vindas e menos agressivas para os fios. Hoje existem fórmulas específicas para os cabelos no mercado que são mais apropriadas”, observa Leonora Rocha Lima, editora de perfumes e criadora da Eaux Parfums.

Confira algumas das apostas para a estação:

Perfumes de inverno

Da direita para a esquerda e de cima para baixo: ILÍA DUAL - Da Natura, floral com notas de couro e especiarias / ESSENCIAL OUD - Da Natura, amadeirado com toque de especiarias / ELYSÉE NUIT - D’O Boticário, com notas de macaron francês e patchouly / BELLA - De Nina Ricci, floral frutado com dama da noite e peônias

Perfumes de inverno

LADY MILLION LUCKY - De Paco Rabanne, floral com rosa, framboesa e sândalo / UNA ARTISAN - Da Natura, floral com notas de baunilha e madeira / MALBEC - D’O Boticário, amadeirado com notas de limão e bergamota / OLYMPÉA AQUAL - De Paco Rabanne, floral cítrico, baunilha e madeira

Leia mais:

Para durar mais: cuidar corretamente das roupas faz bem para visual e meio ambiente

Fora do padrão: palcos da moda em BH vão além da sala de desfiles

Expandir saberes é essencial para atuar no mundo fashion