Videoconferências se tornaram triviais nesses dias de pandemia. Mas é fato que esse tipo de atividade se tornará cada vez mais frequente daqui para frente, afinal o home office se mostrou bastante eficiente e comprovou que não é preciso que todo o time se desloque para a sede da empresa diariamente. 

Em abril a Fundação Instituto de Administração (FIA) realizou uma pesquisa que aponta que pelo 25% das equipes deixarão de ir para o escritório e continuarão trabalhando de casa. No entanto, boa parte das reuniões ainda pecam pelo improviso, falta de qualidade de imagem e transferência de dados que podem comprometer os resultados dos encontros. 

Mas uma parceria entre a gigante das conexões de rede Cisco e a Samsung promete reuniões remotas com qualidade 4K. As duas desenvolveram um kit que inclui câmera Webex Cisco e monitores da sul-coreana que permitem levar colaboradores e parceiros em atividades remotas para dentro da sala de reuniões. 

A Cisco oferece quatro modelos de câmeras, que nos Estados Unidos partem de US$ 3 mil (R$ 16,5 mil). Já a Samsung entra com a linha monitores corporativos, como o QMR de 43 polegadas, que parte de R$ 3 mil. O valor não é barato, mas a economia com o deslocamento de executivos e gestores, assim como o ganho de tempo é um dos argumentos que justificam o custo. 

Afinal, é o olho do dono que engorda o porco, principalmente se for em 4K.