A indústria da telefonia tem um calendário conhecido do consumidor. No início do ano, a Samsung atualiza a família Galaxy S e no segundo semestre, sul-coreana e Apple apresentam novidades dos modelos Note e iPhone. O Note 20 chegou ao mercado há poucas semanas e assumiu, junto do Galaxy S20 o topo da pirâmide da marca asiática. 

Um dos destaques da nova geração é a versão Ultra, que acabamos de testar. Com preço sugerido de R$ 8.000, esse telefone conta com hardware muito semelhante ao utilizado no S20 Ultra. Mas o grande barato é que ele foi o primeiro aparelho da marca com rede 5G embarcada, o que faz dele uma opção a se pensar para quem busca trocar de celular.

Apesar de o 5G ainda operar de forma experimental no Brasil, concentrado em localidades de algumas capitais, como Belo Horizonte, a nova frequência de banda tende a se expandir daqui em diante. Por agora apenas uma operadora (Vivo) oferece a rede, mas é limitada a trechos da avenida Afonso Pena e região da Savassi.

Hardware

Mas o Note 20 Ultra tem outros recursos que fazem dele uma das melhores opções do mercado. Ele conta com o mesmo processador Exynos 990 de oito núcleos do S20 Ultra, assim como 12 GB de RAM, que dão a ele poder de processamento de um notebook de ponta. Seu armazenamento interno varia de 128 a 256GB, além de suportar cartão de até 1GB.

Prático, a pegada do Note sempre foi ser uma solução mais corporativa do que um aparelho da moda. A tela 6,9 polegadas também tem as mesmas dimensões do irmão topo de linha. Para quem usa o telefone para o trabalho, resolve muito bem. 

A caneta S Pen, que teve a bateria otimizada, é prática não somente para escrever recadinhos, mas também para manipular elementos na tela. Afinal a pontinha do lápis é muito mais precisa que a ponta do dedos. 

Para digitar, os 213 gramas podem cansar as mãos. Mas no pior dos casos ainda é possível colocar o telefone sobre a mesa e “catar milho” com a canetinha. Dizer que ele é um escritório de bolso, não é exagero.

Olhos

Quando a Samsung lançou o S20 Ultra, a grande sensação era seu jogo de lentes como opção zoom 100x. O Note 20 Ultra não tem essa quarta câmera, mas oferece zoom ótico de 5x, contra os 4x do S20. O Zoom digital vai até 30x. Também filma em 8K (4K na frontal) e registra imagens com até 108 MP. 

Ensaboado

O novo Note tem desenho limpo, com as extremidades retas e acabamento fosco, que fazem dele um aparelho elegante. No entanto, uma capa é fundamental. Ele tende a escorregar com facilidade. Mesmo com tela em Gorilla Glass 7, não convém deixar que ele escorregue pelos dedos.

Bateria

O Note 20 Ultra tem bateria de 4.500 mAh. Trata-se de uma pilha poderosa para muitas horas de funcionamento. Em modo avião, dura quase uma semana. Com rede ativada e uso constante, ela durou mais de 24 horas. 

Palavra final

O Galaxy Note Ultra 20 não é um telefone barato. Custa os mesmos R$ 8 mil sugeridos do S20 Ultra. No entanto, tem como vantagem a rede 5G. Se o amigo já tiver acesso a essa banda, é uma escolha mais interessante. Além disso, ainda conta com a canetinha, que é uma mão na roda para trabalhar. Afinal, todo escritório precisa de uma caneta.