Em meio ao caos instalado pela expansão da Covid-19 e gravidade da pandemia, as vendas on-line têm sido opção paliativa para que as empresas de moda “respirem” – ao menos um pouco – neste momento.

“É hora de investir em ferramentas de relacionamento, produção de conteúdo relevante e, claro, falar sobre os produtos; mas sempre de forma respeitosa. As redes sociais serão grandes aliadas neste contexto, assim como o WhatsApp e a loja virtual. O delivery é uma alternativa que deve ser oferecida, embora, por si só, não seja capaz de resolver o problema de caixa das empresas”, diz a Associação Mineira das Empresas de Moda (Instituto Amem).

O esquema de entrega em casa foi adotado pela loja especializada em lingeries e pijamas Jogê. As clientes entram em contato via WhatsApp, sinalizam o que estão precisando e a loja envia uma mala consignada com opções de lingerie. “Essa é uma alternativa para não deixar a peteca cair e continuar atendendo nossas clientes neste período”, destaca Lorena Miranda, franqueada em BH.

Os descontos têm sido a estratégia da K9. A etiqueta também opera on-line, tanto pelo site quanto por WhatsApp. “Reforçamos o atendimento em nossos canais de comunicação para esclarecer as dúvidas sobre cores, tamanhos e caimentos dos produtos. Além disso, estamos oferecendo 25% de descontos para pagamentos via transferência bancária e cartão de débito”, afirma Andrea Azevedo, sócia da marca.

Além dos atendimentos via WhatsApp para as lojas de outlet, a mineira Skazi segue com o e-commerce para todo o Brasil. “A vantagem se dá pela facilidade de comprar on-line e não requer deslocamento nem contato físico com o vendedor”, observa o diretor da empresa, Vander Martins.

Leia mais:

O que será da moda? Coronavírus irá provocar mudanças profundas no consumo

Presidente do Sindijoias, Manoel Bernardes levanta desafios do setor, além do impacto da pandemia

Recicle tendências: o outono chegou, mas você pode continuar utilizando as peças do verão!

De cara nova: próximas temporadas trazem moda íntima repaginada e democrática