A chegada da nova geração de consoles em novembro do ano passado gerou questionamentos sobre o preço elevado dos aparelhos e também sobre a disponibilidade. Afinal, PS5 e Xbox Series X/S são caros e também foram impactados pelos efeitos da pandemia, que penalizou a fabricação dos equipamentos. No entanto, mesmo assim, parece que o PS5 superou todas as adversidades e atingiu a marca de 10 milhões de unidades vendidas mais rápido que seus antecessores.

A Sony divulgou boletim que afirma que desde 12 de novembro de 2020 o console teve desempenho superior ao PS4 e também ao PS2, que é o console de mesa mais vendido da história. Para se ter uma ideia, o PS4 precisou de um mês a mais de vendas para atingir a mesma marca. 

O antecessor foi lançado em novembro de 2013 e só bateu os 10 milhões em agosto. E um detalhe: naquela época não tinha pandemia, falta de microchips e outros complicadores, assim como preço. 

O PS4 foi lançado em versão única por US$ 400. O mesmo valor cobrado pelo PS5 na versão sem leitor de disco. No entanto, a menina dos olhos é uma opção com blu-ray, que custa US$ 500 nos Estados Unidos, que reverberou pelos demais mercados do mundo. 

A inflação era vista como um impeditivo, uma vez que a versão mais simples era uma espécie de “basicão” para compor o preço. No entanto, ao que mostram os números, uma nota com a carinha rechonchuda de Benjamin Franklin a mais foi capaz de esfriar os ânimos dos consumidores, assim como os constantes estoques esgotados. 

Estoques

Aliás, a falta de consoles no varejo é um problema que se estende para diversos mercados como o Brasil. Por aqui, o preço oficial do console (que é importado) é de R$ 5 mil. No entanto, no varejo, o console já sofreu um ágio de quase 100%. Os valores variam de R$ 6,7 mil a R$ 9,2 mil.

“Embora o PS5 tenha alcançado mais residências com mais rapidez do que qualquer um de nossos consoles anteriores, ainda temos muito trabalho pela frente, pois a demanda pelo PS5 continua a superar a oferta. Quero que os jogadores saibam que, embora continuemos a enfrentar desafios únicos em todo o mundo que afetam nossa indústria e muitos outros, melhorar os níveis de estoque continua a ser uma prioridade para SIE”, explica o presidente e CEO da Sony Interactive Entertainment, Jim Ryan.

Games

Apesar de o PS5 ainda ter uma biblioteca majoritariamente formada por games do PS4, que receberam upgrade gratuito, o console mostrou bom desempenho com títulos exclusivos como “Marvel’s Spider-Man: Miles Morales”, que chegou junto com o aparelho e acumula 6,5 milhões de cópias.

A falta de um volume grande de games feitos para o PS5 também cai na conta da Covid-19. Muitos projetos estão atrasados devido à pandemia, mesmo com equipes trabalhando de forma remota.

Leia mais:
Handebol: seleção feminina perde para Espanha na Olimpíada
Mayra Aguiar conquista bronze no judô na Olimpíada de Tóquio