Segredo para ninguém que as paredes de uma casa são mais do que estruturas fundamentais para mantê-la em pé. Destaque dos ambientes, servem para arrematar a decoração, podendo ser completamente repaginadas e mudarem o lar inteirinho com a ajuda de tintas coloridas, criatividade e... pinturas geométricas! 

Tendência que nunca sai de moda, as estampas em formatos de círculos e triângulos, por exemplo, duas das mais usuais, são uma mão na roda para quem pretende dar ares novos aos ambientes. O segredo é combinar padronagens, tamanhos e cores com o estilo do espaço e, claro, do morador. 

“É bom considerar o gosto pessoal e o efeito esperado para o ambiente. Formas alongadas e desenhos maiores ajudam a ampliar, enquanto padrões pequenos diminuem os espaços. As figuras podem ter apenas um tom, se a ideia for ser simples e minimalista, ou reunir diferentes cores, para um resultado mais elaborado”, explica a arquiteta Maluh Amorim. 

Arquiteta Ana Amélia Goulart, que assina o Estúdio de Maquiagem da mostra Morar Mais Por Menos de BH, explica os critérios que utilizou para pintar pinturas geométricas na parede do espaço. Confira:

 

Com cautela

Embora reconheça o efeito-curinga do estilo, a designer de interiores Fabiana Visacro recomenda cautela ao apostar nas figuras geométricas como solução para transformar ambientes já decorados. Uma das ressalvas da profissional é priorizar cores que de alguma forma estejam presentes em detalhes do espaço. 

“As paredes nunca serão o ponto de partida de um projeto, mas o arremate, sobretudo quando o que se deseja é dar um tapa no visual. As figuras tendem a criar espaços mais frios, que remetem a regras, rigidez, à geometria. Por isso é preciso pensar muito antes de pôr em prática. Considerar as pessoas que vão usufruir do local é outro cuidado fundamental”, reforça. 

Quem não quer correr o risco de escorregar no projeto ou detestar o resultado deve apostar em até três cores, que criarão uma composição cheia de personalidade, mas ao mesmo tempo harmônica

Cores ampliam, reduzem e dão até profundidade aos ambientes 

Quem já escolheu as cores que usará para repaginar as paredes de casa pode aproveitá-las para ampliar, diminuir ou até mesmo dar sensação de mais profundidade nos ambientes. Aplicadas nas paredes certas e nas composições adequadas, as tintas são capazes de transformar por completo salas, quartos, banheiros e até corredores. 

Arquiteta e designer de interiores, Maluh Amorim ensina, por exemplo, a utilizar dois tons diferentes no teto e nas laterais para obter um pé direito (altura entre piso e forro) mais alto. O truque é aplicar a cor mais clara na parte de cima e uma tonalidade levemente mais forte nas paredes laterais. O motivo é que as cores claras ajudem a refletir a luz, garantindo, portanto, sensação de amplitude. 

Já se a ideia for alongar um ambiente quadrado, a solução é aplicar uma cor mais escura em paredes posicionadas frente a frente. Mas se o objetivo for alargar um corredor muito estreito, experimente pintar o teto e as paredes menores com uma cor mais escura que a utilizada nas laterais maiores. A impressão será de um espaço levemente mais largo, mas, ao mesmo tempo, mais curto. 

Curinga

“As cores têm o poder de alterar o modo como percebemos as dimensões e as proporções dos ambientes, podendo ser usadas até para destacar ou esconder objetos decorativos. Se a intenção for enfatizar alguma peça ou obra de arte, basta aplicar uma cor intensa ou contrastante na parede de fundo do objetivo. Mas se a proposta for escondê-la ou não dar tanto destaque, é só pintar a parede com a mesma cor da peça”, ensina a profissional de Belo Horizonte.

Para marinheiros de primeira viagem, que não querem correr o risco de detestar o resultado, a dica de Maluh Amorim é escolher até três cores, que criarão uma composição cheia de personalidade, mas igualmente harmônica.

Para não criar um ambiente pesado, o ideal é usar tonalidades mais marcantes em móveis e objetos decorativos, apostando em paredes brancas com jogo de cores claras, ensina Maluh Amorim 

Faça você mesmo:

– Materiais necessários:
Tintas coloridas na combinação desejada
Rolos e pincéis para cada uma das cores
Fita adesiva
Tecido ou plástico para proteger o chão e os móveis
Roupas que possam sujar
Escada ou banco (dependendo da altura a ser pintada)

– Passo 1 – prepare o ambiente:
Prepare o ambiente que será pintado, protegendo o piso com um plástico ou tecido velho. Passe a fica adesiva nos rodapés, no teto (caso a pintura alcance essa altura) e nas laterais da parede a ser pintada. Desenhe as figuras geométricas com auxílio da fita

– Passo 2 – crie o desenho desejado:
Crie o desenho escolhido utilizando a fita adesiva. Utilize um cartão de crédito, por exemplo, para se certificar de que as linhas estejam perfeitamente coladas, reforçando a fixação na parede

– Passo 3 – pinte as figuras:
Agora já é possível pintar as figuras com a combinação de cores que preferir. Repita a demão assim que terminar a sequência inicial 

– Passo 3 – remova a fita adesiva:
Ao terminar a pintura, remova delicadamente a fita adesiva enquanto a tinta ainda estiver molhada. Se esperar secar, correrá o risco de “rasgar” a pintura e estragar as linhas demarcadas

Se for preciso, dê os acabamentos necessários para corrigir eventuais borrões

Leia mais:

Parece, mas não é! Materiais 'fake' substituem com louvor originais refinados e caros

Patchwork de memórias: cuidado e equilíbrio para usar antiguidades na decoração de casa

Riscos e rabiscos: estampa na decoração torna o ambiente original e personalizado

Veja outras ideias para se inspirar:

Pinturas geométricas nas paredes

SOFISTICAÇÃO - Tendência também pode ser usada em ambientes com decoração mais clássica, como o quarto acima, que teve a parede de fundo pintada de preto e os desenhos geométricos feitos com fita dourada

Pinturas geométricas nas paredes

TRUQUE - Para destacar um objetivo ou mobília, a dica da arquiteta e designer Maluh Amorim é aplicar uma cor forte e contrastante na parede de fundo

Pinturas geométricas nas paredes

QUALQUER LUGAR - Padronagem é bem-vinda em qualquer local, até em cozinhas, que ficam charmosas e modernas

Pinturas geométricas nas paredes

AO GOSTO DE CADA UM - Escolha das formas, quantidade e cores deve levar em conta estilo da casa e do dono dela


Para não criar um ambiente pesado, o ideal é usar tonalidades mais marcantes em móveis e objetos decorativos, apostando em paredes brancas com jogo de cores claras, ensina Maluh Amorim