O desfile de abertura da 23ª edição do Minas Trend, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), foi uma verdadeira experiência vivida na noite desse domingo (28). O evento nem de longe perdeu força, mesmo tendo sido marcado para o dia em que Minas Gerais e o Brasil vislumbraram o futuro dos governos estadual e federal após o resultado das urnas.

Para começar, a mudança visual ocorrida na semana de moda mineira, capitaneada pelo gestor do evento, Rogério Lima, somada à direção criativa do estilista Ronaldo Fraga, que assumiu o cargo em agosto deste ano. Ao fim da matéria, leia entrevista exclusiva concedida ao Hoje em Dia.

O Expominas, que abriga o maior salão de negócios de moda do Brasil - desta vez com 191 marcas expositoras -, onde também acontecem os desfiles - que neste semestre mostram o Outono-Inverno 2019 -, teve a estrutura alterada em sua essência, por meio da inserção de contêineres por todo o foyer e no piso inferior do espaço de eventos. As peças ganharam cores bem pigmentadas e partes extras, em acrílico, que levam a identidade visual do evento.

Novo formato

Diferente do formato que vinha sendo trabalhado pelo Minas Trend, quando havia uma produção de looks mesclando itens de várias marcas, agora, na abertura, marcas autorais, que carregam uma identidade, foram escolhidas para ornar a passarela. Um reflexo da nova identidade do evento, que tem como guia o mote "Agora e para sempre". A ideia é revelar ao mercado quais as grifes que farão a moda do amanhã.

"É uma forma de falar para o mercado que estamos pensando à frente e apoiando marcas que serão destaque na moda brasileira nas próximas décadas. São marcas jovens, originais e não influenciadas por tendências internacionais que irão oxigenar o salão de negócios do evento", destaca Ronaldo Fraga.

Foram selecionados como novos talentos e designers autorais: Anne Est Folle, Box 19, Camila Akemi, Candê, Diwo, Fe-Lis, Heleve, Jardin, Jessica Andrade, LED, Libertees, Lucas Magalhães, Meniax, Miêtta, Moda Moon, Nouveau Jour, Not Equal, Nuu Shoes,Tatiana Marques, Virgilio Couture e Virgínia Barros. Alguns deles, participantes de anteriores edições do projeto Ready To Go (de estímulo a novas marcas) e que já estiveram na passarela do evento. Veja a galeria de fotos ao fim da matéria.

Para além do espaço e das criações, ambos belos, o desfile de abertura contou com a boa música ao vivo de três bandas conhecidas de Belo Horizonte. A irreverente drag band The Pulso in Chamas, e as mais que presentes nas noites de rock da capital, Velotrol e Poison Gas. Diversão para ninguém botar defeito.

Poison Gas no Minas Trend

Os garotos de 14 anos da banda Poison Gas se apresentaram durante desfile de abertura do Minas Trend

Programação

Efetivamente, o salão de negócios começa nesta segunda-feira (29) e vai até 1º de novembro (quinta). Já os desfiles acontecem nesta segunda e terça-feira. Veja o line-up:

29/10 - 20h30

  • TRENDBIJOUX by Sindijoias MG: Atelier Chilaze, Hector Albertazzi, Letícia Sarabia Acessórios, SD por Sheila Morais, Palone Design e Camila Klein.
  • Alagoas: Ateliê Endy Mesquita, Ateliê Escola Criar, Caleidoscópio, Sandra Cavalcante, Carol Paz, Alana Tenório, Leila Monteiro e Estúdio Monteferro, Aquas Beachwear, Ateliê Nathalia Amaral, Manu Mortari e Maneka.
  • Victor Dzenk

30/10 - 20h30

  • Patrícia Motta
  • Denise Valadares
  • Chris Gontijo
  • Manzan

Leia mais:

Minas Trend democratiza espaço da moda, valoriza veteranos e lança luz sobre novatos

Em entrevista exclusiva, Ronaldo Fraga diz que 'moda é veículo para democracia plena'

Minas Trend abre a passarela para moda do Estado e de criadores nordestinos