A Electronic Arts se prepara para publicar o mais novo episódio da série “Need For Speed”, que estreia em 8 de novembro. Batizado de “Heat”, bebe na interminável fonte das corridas de rua, com direito a modificações, rachas e perseguições policiais, fazendo uma espécie de “mexidão” com elementos de “Underground 2”, “Most Wanted”, “Carbon” e “Hot Pursuit”, mas sem deixar de lado aquele aquela pegada de galera descolada de “Underground” e “Need For Speed”, de 2015.

O game chega após dois anos da publicação de Payback e também celebra os 25 anos da franquia. A série teve início em 1994 com “The Need For Speed”, produção que teve participação da revista Road & Track, que enriqueceu o jogo com informações técnicas, tal como as publicadas na revista.

Com versões para PC, PS4 e Xbox One, “Heat” coloca o jogador no submundo das corridas de rua, com galeras de corredores, garagens, acessório e disputas agendada via redes sociais. E, claro, não faltam cenas com aqueles diálogos farofa e toda aquela ambientação ao estilo “Velozes e Furiosos”, em que o jogador precisa ganhar respeito no meio da turma.

E por falar em “Velozes e Furiosos”, o game tem muito do segundo filme da série e se passa numa representação fictícia de Miami, chamada de Palm City. Apesar de não ter nenhum efeito prático ou interferir na jogabilidade, chama atenção a mudança de ambiente.

Isso porque a grande maioria dos games da franquia sempre se passaram na Costa Oeste, em locações que remetem a Los Angeles, como no game original, “Underground”, “Underground 2” e “Most Wanted”. “NFS”, de 2015, é totalmente inspirado na “Cidades dos Anjos”. Outros como “Pro Street” têm uma estética mais árida, que também remete ao interior californiano.

OS CARROS
A lista de carros de “Heat” é bem eclética e inclui marcas como BMW, Porsche, Lamborghini, Nissan, Dodge e Mazda, representada por modelos como 911, Countach, Viper, GT-R, Skyline, RX-7, 350Z e até mesmo o novíssimo Polestar 1, que chega ao mercado praticamente junto ao game.

Para quem não conhece, trata-se de uma nova marca da Volvo, que desenvolveu um cupê híbrido, somando motor turbo 2.0 a duas unidades elétricas que, juntas, somam 600 cv. No game o Polestar 1 é o carro de destaque, com direito à figuração na capa, no trailer e até mesmo uma miniatura, em escala 1:43.

JOGABILIDADE
A jogabilidade de “Heat” não foge ao tradicional arcade, que impera na franquia. Assim, podemos esperar um game fácil de se jogar, sem exigir trocas perfeitas de marcha e tangências teleguiadas. Trata-se de um game cheio de cor, carros envenenados, corridas no meio da cidade e tiras, muitos tiros durões.Com versões para PC, PS4 e Xbox One, “Need For Speed” tem preço inicial de R$ 239.