O romance, ou melhor, o romantismo dá as caras na moda mais uma vez! Coleções atuais de marcas mineiras mostram o quanto o desejo de escapar de cenários caóticos como o que vivemos atualmente com a pandemia do coronavírus refletiu nas criações.

Romantismo na moda

Criações da Skazi, Amarante do Brasil e Lore: babados, laços e muito volume nas peças

Essa rota de fuga procurada por meio da moda é histórica. Não só na questão do romance, que é transposto para as peças em forma de babados, laços, mangas amplas, cores suaves e tecidos mais nobres, mas em outras nuances, como a extravagância.

O romantismo nas coleções de moda busca uma reconexão com sentimentos mais puros, com o afeto e a calma, frente à situação de morte, doença e desalento que vivemos, especialmente no Brasil.

Romantismo na moda

Mangas têm papel importante nas criações inspiradas no romantismo, como essas da Skazi, Denise Valadares e Lore

Feminilidade

As criações da moda mineira para a temporada Outono-Inverno fazem uma releitura do que, ao longo da história fashion, viu-se sobre o romantismo. E, por ser assim, seria estranho se não percebêssemos um quê de feminilidade.

“Sem dúvida, essa temporada traz consigo traços do romantismo. Me inspiro em sentimentos como amor, alegria e na perspectiva de um futuro próximo mais tranquilo e esperançoso. A coleção ‘ELA’ remete, acima de tudo, ao otimismo e isso se reflete em shapes mais fluidos, leves e femininos”, revela Eduardo Amarante, diretor-criativo da Amarante do Brasil.

Romantismo na moda

Vestidos em tamanhos midi e longo marcam presença nas coleções. Criações de Lore, Amarante do Brasil e Skazi

Imponência

Apesar de o feminino estar presente, a força e a expressão da mulher também marcam seu lugar nas criações. Caso da grife mineira Lore. “Hoje, as mulheres desejam peças que expressem em alguma medida a sua feminilidade, mas também que tragam modernidade e praticidade em seus shapes, devido à sua rotina de trabalho e outras atividades”, pontua Lorena Lage, diretora da marca.

Romantismo na moda

Babados sobrepostos na camisaria mostram como as releituras de tempos passados são feitas pela moda. Criações de Skazi, Denise Valadares e Lore

Além disso, volumes em partes estratégicas da silhueta podem colaborar para essa expressão, trazendo até, digamos, um ar de imponência.

“As peças amplas ajudam a pessoa a se destacar, pois visualmente ela tende a parecer maior do que realmente é. Esse recurso fashion era bastante usado nas roupas do século XVIII para mostrar grandiosidade e luxo. Atualmente, usamos versões moderadas desse elemento, mas a mesma proposta. São looks modernos e atualizados para quem deseja marcar presença e se sentir dona de si e da situação em que está”, explica Ana Paola Murta, diretora criativa da Skazi e Tufi Duek.

Leia mais sobre moda e beleza:

Decotes profundos valorizam as curvas e inspiram sensualidade, mas é preciso equilibrar o look

Roupas bem cuidadas: confira dicas para manter as peças sempre limpinhas e livres de bactérias

Fuja do 'bad hair day': aprenda como reduzir o frizz dos cabelos em 4 passos

Você sabia que o rabo de cavalo pode danificar os cabelos? Entenda o motivo e previna problemas