Recentemente, pesquisadores descobriram que um dos sintomas da Covid-19 persistente é a queda de cabelo - processo, que, neste caso, é reversível. Perder os fios impacta na autoestima e na autoconfiança. No ímpeto de se livrar do problema, muita gente recorre a receitas milagrosas para ver as madeixas se recuperarem.

Especialista no assunto, o tricologista Ademir Leite Junior elencou alguns mitos e verdades que envolvem o tema. Confira:

  • Quando tratada no início, a queda capilar é revertida em poucos dias.

MITO. Embora existam casos específicos de cabelos que voltam a crescer com ou sem tratamento, após episódios de estresse, por exemplo, a reversão do processo nem sempre é rápida.

  • É possível os cabelos crescerem 4 centímetros por mês.

MITO. Estudos comprovam que o crescimento capilar é estimado em 0,9 centímetros por mês e, levando-se em conta certas especificidades, não ultrapassando 1,5 mensais.

  • Não há recuperação do crescimento capilar em menos de 2 meses.

VERDADE. Para os cabelos voltarem a crescer normalmente são necessários mais que dois meses. É importante ter cuidado com profissionais e produtos que prometem milagres rápidos. Se os cabelos crescem cerca de 1 centímetro por mês, ninguém consegue fazer excelentes resultados da noite para o dia.

  • O desespero prolongado pode piorar a queda.

VERDADE. Quando o estresse, a ansiedade e o medo ultrapassam limites que o indivíduo tem como normais ou toleráveis, desencadeiam reações no corpo, dentre elas a queda capilar.

  • Quando a queda é interrompida, interrompe-se também o tratamento.

MITO. Para reduzir a queda, medidas de normalização da função dos folículos precisam ser tomadas. A redução é conseguida após controle ou eliminação das causas e dos estímulos. Mas o tratamento completo inclui a normalização do crescimento dos fios.

  • O processo da queda capilar começa antes mesmo de os fios caírem.

VERDADE. Nas alopecias mais comuns a queda capilar se dá, em média, após três meses da interrupção do crescimento capilar. Ou seja, o cabelo para de crescer e só se solta do couro cabeludo depois de três meses.

  • Durante o tratamento é normal os cabelos continuarem caindo.

VERDADE. Folículos comprometidos podem demorar a começar a cair e, por causa disso, manter-se em queda mesmo após o início do tratamento.