O processo de transição dos cabelos tingidos para os grisalhos ou brancos, geralmente, é demorado, difícil e, muitas vezes, permeado por críticas vindas de quem não entendeu a sua escolha. No entanto, ele pode ser facilitado por alguns métodos indicados por profissionais da beleza, como a harmonização ou aproximação das cores (que requer manutenção), ou mesmo a adoção de cortes mais desconectados e cheios de personalidade.

Contamos, nesta reportagem: Para inspirar: mulheres mostram que cabelos grisalhos e autoestima podem andar juntos, os caminhos percorridos por três mulheres para esta transição, e entendemos que elas acreditam estar em coerência com a autoimagem e com a autoestima fortalecida. Vale a pena conferir!

“As pessoas que têm mais dificuldade em passar por essa transição são aquelas que colorem os cabelos de tons escuros, porque eles sobressaem e chocam em comparação com os fios brancos. Isso incomoda”, revela a hair designer e terapeuta capilar Thalita Sampaio, proprietária de ateliê homônimo no bairro de Lourdes.

O cabelo branco, por não ter nenhum pigmento, naturalmente, é um fio mais sensível, conforme a expert, que sugere a aposta em produtos que tenham maior carga de vitaminas e nutrientes.Veja mais no vídeo que ela gravou especialmente para o Hoje em Dia:

 

Harmonização

A manutenção dos cabelos tingidos, para quem tem muitos fios brancos, é trabalhosa. Não raro, o retoque deve ser feito com sete dias, dependendo do crescimento do cabelo.

Para Laura Maria Nunes, proprietária do LG Studio de Beleza, no bairro Sion, região Centro-Sul de Belo Horizonte, aquelas que querem passar pela transição, devem aderir à harmonização. “Eu acredito que é preciso criar uma harmonia entre a parte tingida e a branca. Descolorir o cabelo para ficar branco não existe, agride muito os fios. O que existe é a despigmentação, que, no meu salão, faço à mão livre, fio a fio, ou no papel, para ir aproximando a tonalidade”.

Além disso, ela diz que uma alteração no formato pode ser benéfica. “O cabelo branco pede uma mudança no estilo do corte, como aqueles mais desconectados, com mais personalidade. Não aconselho a cortar curtíssimo ou mesmo esperar o cabelo crescer todo para tirar”, observa.

Leia mais sobre moda e beleza nos links abaixo:

Autor de best-sellers de moda, André Carvalhal diz que é preciso 'pensar na vida com Covid'

Pandemia já provoca mudanças sazonais e permanentes no mercado da moda

Oficina de Costura Criativa e outros cursos on-line gratuitos para começar a empreender