A Microsoft realizou uma live, na quinta-feira (23), a Xbox Game Showcase, nos mesmos moldes da apresentação que a Sony fez para revelar as linhas do PS5 e sua lista de games exclusivos. Como era de se esperar, o Xbox Series X, que chega no fim do ano, terá novas edições de “Forza Motorsport”, “Halo”, “Fable” e “State of Dacay”. Também há outras produções interessantes, como “Warhammer 40000 Darktide” e “The Medium”, dentre outros. Mas um anúncio chamou a atenção: o retorno da franquia ucraniana “S.T.A.L.K.E.R”, que pode não ser o game mais esperado, mas é uma grata surpresa, após 11 anos. 

“S.T.A.L.K.E.R 2” teve o trailer revelado e chama atenção pelos elementos mostrados. Mais uma vez o jogador irá se aventurar pelos arredores da usina nuclear de Chernobyl, assim como pelas ruas degradadas de Pripyat.

O vídeo é um deleite para quem jogou os três games passados: “Shadow of Chernobyl”, “Clear Sky” e “Call of Pripyat”. Cenários conhecidos, como o vilarejo que dá início ao primeiro jogo, assim como a emblemática roda gigante da cidade fantasma ucraniana, estão lá. E claro, a usina, com direito a um passeio pelo sarcófago. 

Para quem não sabe, não se trata de uma tumba, mas uma imensa construção que selou o reator para conter o vazamento de radioatividade.

A história do jogo

Na trama de “S.T.A.L.K.E.R”, o jogador vaga pela chamada “Zona”, que é uma área isolada devido ao alto nível de radiação. No entanto, dentro do perímetro surgiram fenômenos como mutações em animais, criaturas com diferentes poderes, assim como as anomalias, que são energias que se manifestam como ventanias e descargas elétricas, sempre altamente letais. 

O vídeo também destaca a presença dos artefatos. São tipos de minerais com diferentes propriedades. Podem aumentar o vigor do personagem, outros dão resistência à radiação e eletricidade, e também há efeitos colaterais. 

No universo do game, muitos stalkers se aventuravam na Zona para encontrar e revender tais artefatos. Mas o jogador tinha que lidar com militares autorizados a matar quem vadiasse pelo local, gangues de ladrões, andarilhos e zumbis. Não são os babões de “The Walking Dead”, mas sujeitos que tiveram os cérebros danificados pela radiação.

Úteros

Mas um elemento do vídeo que desperta curiosidade no trailer foram as incubadoras dentro do reator. Cilindros como se fossem úteros artificiais, com estranhos fetos se debatendo. Certamente, essas criaturinhas deverão ser uma pedra no sapato do jogador, afinal nada da história foi revelada. 

“S.T.A.L.K.E.R 2” estreia no ano que vem e terá versões para PC e Xbox Series X e estará disponível para assinantes do serviço Game Pass. Assim, o amigo não precisará torrar uma fortuna, ainda incalculável, no novo Xbox, e pode rodá-lo no PC. No entanto, vale lembrar que em 2007, quando o primeiro game foi lançado, o título era um dos jogos mais pesados da época, exigindo imensos 10 GB de espaço no HD. 

Ou seja, podemos imaginar uma produção extravagante novamente, que demande alto poder de processamento. Afinal, a GSC Game World não ficou conhecida por ser econômica.