Não é de hoje que o maiô tomou as praias, piscinas e o gosto de mulheres dos biotipos mais diversos. No entanto, basta dar uma passeada pelas vitrines das marcas especializadas em beachwear ou mesmo nas lojas que oferecem de tudo um pouco para perceber o espaço que a peça tomou frente aos biquínis. Estes, por sua vez, aparecem em formas bem diferentes da tradicional combinação de tanguinha com sutiã de cortininha. São amplas as opções.

Para Tetê Vasconcelos, diretora-criativa das grifes mineiras de moda praia TT Beachwear e Cila, o movimento contínuo de abertura das pessoas em relação às marquinhas deixadas pelas roupas de banho é um dos responsáveis pela expansão desse tipo de peça nas coleções.

“A consciência em relação à exposição excessiva ao sol gerou esse comportamento, acredito. Os maiôs começaram a sair da praia em direção à rua, ao contexto urbano, assim como as lingeries. Ele pode ser usado como body ou camiseta, por exemplo”, aponta.

TT Beachwear

Alças confortáveis e franzidas dão mais liberdade e não marcam os ombros; modelo é facilmente transformado em body, basta colocar uma saia ou calça

A estilista Patrícia Bonaldi, também mineira, concorda com Tetê. “Essa coisa da versatilidade das peças está muito em alta e não vai sair de moda. Não faz sentido ter um item que você só pode usar na praia, de uma maneira. Eu acho o maiô uma peça muito chique”, afirma a empresária, que lançou a primeira coleção de beachwear da grife PatBo nesta temporada.

TT Beachwear

As pedras são diferencial das criações da TT Beachwear

A mais

Tanto nas criações de Tetê quanto nas de Patrícia, chama a atenção o uso de técnicas não habitualmente comuns à moda praia. No caso da TT Beachwear, destacam-se os bordados com linhas coloridas e também as pedras aplicadas. Na Cila, uma variedade grande de modelos que atendem a todos os biotipos e gostos. 

Já na PatBo, são os ricos bordados, típicos da moda festa produzida há anos pela marca, que saltam aos olhos. “Trazer as expertisesque temos nas nossas peças para o beachwear é uma grande sacada. Assim, criamos uma identidade, algo exclusivo que não se encontra. Para entrar em qualquer mercado, é preciso ter um diferencial”, expõe Patrícia Bonaldi.

Patrícia Bonaldi

1. Peças de PatBo são cheias de aplicações em babados de renda, brilhos e bordados 2. Amarrações estão presentes na coleção da mineira Patrícia Bonaldi 3. Babados e ricos bordados dão ainda mais charme à peça da coleção resort da PatBo, lançada neste ano

De acordo com Tetê Vasconcelos, o leque amplo de modelos é que dá o toque especial às marcas das quais é estilista. “São peças comportadas, ousadas, de sensualidade misteriosa, com decotes diferentes... As pessoas estão mais abertas a usar outros modelos fora da linha mais básica”, diz.

Anos 90

Como não só de maiôs viverá o Verão 2019, os biquínis também merecem atenção aqui. Os modelos esportivos e mais confortáveis são a pedida para a temporada.

Segundo levantamento da rede social Pinterest, as peças com “cara” de anos 90 têm dominado as buscas. No Brasil, a procura por esse tipo de biquíni na plataforma cresceu 75% desde janeiro deste ano. 

De versões básicas a versões com cores bem brilhantes, os modelos vão do vintage ao mais moderno.

Leia mais:

Fugir do branco no Réveillon é boa pedida para quem quer atrair novas vibrações

Curso do Senai profissionaliza detentas para atuar no mercado de confecção

Da nossa terra: moda mineira encanta compradores no Brasil e pelo mundo