Levante a mão a mulher que nunca reclamou dos cabelos ou teve um bad hair day! As madeixas têm sim seus dias ruins, mas nada que justifique a enorme insatisfação que muitas sentem. Uma recente pesquisa revelou que 95,1% das brasileiras não são felizes com os próprios fios. Os dados foram divulgados pela Kantar, multinacional de painéis de consumo.

ROSÂNGELA ROCHA MAISON ROCHA GUTIERREZ CABELO

Rosângela torce o nariz para escolhas que trarão prejuízos aos fios

Para Rosângela Rocha, visagista e hair stylist do salão de beleza Maison Rocha, no Gutierrez, Oeste da capital, o meio digital colabora com este cenário. “É algo natural da mulher querer sempre alguma mudança na cor, corte e volume dos cabelos. As influenciadoras digitais têm um papel muito grande neste comportamento feminino. As estratégias de marketing usadas por elas impulsionam de forma direta a constante busca pelo visual mais moderno”.

A pesquisa apontou, também, que as mulheres encontram, em média, 15 problemas capilares em si mesmas. Um exagero, observa Rosângela. “Quem tem muito cabelo, quer ter pouco. As de cabelos anelados, querem eles mais lisos. Quem tem os cabelos escuros, quer clarear. E assim por diante. Mas não vejo que existam tantos problemas capilares assim, acho que é só uma questão de ponto de vista de cada mulher sobre os próprios cabelos”.

GRAZI MASSAFERA

O loiro de Grazi Massafera é um dos mais pedidos nas cadeiras dos salões de beleza. Os fios da atriz estão sempre bem hidratados e com ondas largas, mesmo com a química empregada na descoloração de mechas

Frizz

Dentre todos esses defeitos que elas enxergam, o frizz é o que mais preocupa. O problema é o principal para 45,3% das entrevistadas, especialmente entre o público de 25 a 34 anos.

Na cadeira de Ivonete Rodrigues, cabeleireira e maquiadora do Instituto de Beleza Eliza Martins, no bairro Funcionários, região Centro-Sul de BH, os fios arrepiados são mesmo os vilões. “Esta é a maior reclamação mesmo. Às vezes, as clientes fazem luzes e o cabelo resseca, levantando os fios. Indico, em casos assim, muita hidratação, ter máscara e shampoo de boa qualidade, leave-in e reparador de pontas para domá-los”.

Rosângela Rocha concorda que bons produtos são essenciais, e vai além. “É preciso deixar claro que os cuidados com os cabelos devem ocorrem tanto de dentro para fora, quanto de fora para dentro. Uma boa alimentação aliada a bons shampoos, condicionadores e máscaras de hidratação, pode ser determinante para o alcance de cabelos mais saudáveis, alinhados e sedosos”, relata a especialista.

MAISA SILVA

Entre as adolescentes e as jovens adultas, o comprimento e a coloração dos cabelos da atriz Maisa Silva são sucesso. Ela, que é uma das maiores influenciadoras digitais do Brasil, aderiu ao long bob, um dos cortes da moda, recentemente

Naturais

Outro ponto do levantamento destaca que a busca por um look mais natural tem crescido entre as brasileiras e, progressivamente, elas têm usado menos chapinha e secador de cabelo. No entanto, nos últimos seis meses, 62,2% do público feminino passaram por algum tratamento químico nos cabelos, incluindo as tinturas.

“No salão em que trabalho, a química que elas mexem muito é cor. Muitas estão deixando de fazer alisamento, progressiva, estão assumindo os cachos, mas a cor, continuam fazendo muito”, afirma a cabeleireira Ivonete Rodrigues.

MARINA RUY BARBOSA

Os fios ruivos de Marina Ruy Barbosa são desejados por muitas. Conseguir chegar à coloração das madeixas da atriz, que é natural, é um desafio imposto a vários cabeleireiros

Já Rosângela acredita que os tratamentos químicos ainda se fazem muito presentes, mas com uma pegada mais orgânica e natural. “Quando uma mulher opta pelo visual cacheado, por exemplo, quer que os cachos fiquem definidos e arrumados, mas nem sempre isso ocorre de maneira natural. As mulheres com os cabelos mais ondulados ou cacheados sempre precisam de processos que acomodem e organizam a raiz, franja e a parte da frente dos cabelos”, conta a hair stylist.

LETÍCIA SPILLER

A coloração platinada da atriz Letícia Spiller é disparada a mais desejada há muito tempo. No entanto, os castanhos têm invadido os salões com a onda de cabelos naturais, revelou a pesquisa

Confira outros dados da pesquisa:

  • 30,1% do valor gasto em produtos de beleza vão para os shampoos
  • 15 problemas capilares são encontrados pelas mulheres nos próprios cabelos
  • 42% das brasileiras têm cabelos abaixo dos ombros; madeixas longas são preferência
  • 62,2% do público feminino passou por algum tratamento químico nos cabelos nos últimos seis meses
  • 45,3% das entrevistadas elegeram o frizz como principal problema capilar
AGATHA MOREIRA

Apesar de seu papel como vilã em “A Dona do Pedaço”, Agatha Moreira tem sido citada nos salões em função do corte bob hair

PAOLLA OLIVEIRA

Preferência entre as brasileiras, os fios longos estão nas cabeças das entrevistadas pela Kantar. Prova é que as madeixas de Paolla Oliveira, sucesso em novela global, têm estado entre as atuais pedidas nos salões

Leia mais:

Saia midi é protagonista de looks elegantes a descolados; peça é boa pedida para o trabalho

Use e abuse: color blocking é trend máxima para a Primavera-Verão 2020

Aliado da beleza: queridinho do nécessaire, óleo facial dá um ‘up’ na pele