Uma reformulação comercial afastou o estilista Victor Dzenk da passarela por breves duas temporadas do Minas Trend.  O retorno à catwalk aconteceu na noite dessa segunda-feira (29), no Expominas, onde acontece o evento até quinta-feira. "Foi um tempo para a gente dar uma respirada desse sistema. Foi importante todo o foco nessa meta", diz o mineiro.

Victor conta, na coleção Outono-Inverno 2019, a história a de uma mulher que passa férias no Algarve, em Portugal, que é um balneário, e vai parar na metrópole do país, Lisboa.

"Pelo caminho, arraiolos e flores, que viram estamparia. Essa mulher também tem uma pega de brasilidade, já que fazemos uma homenagem à uma artista mineira Clara Valente", destaca o criativo.

Victor Dzenk

Victor Dzenk passou por hiato de um ano das passarelas do Minas Trend

Em uma das "famílias" da coleção - como são chamadas as seções de peças próximas umas às outras -, azulejaria contemporânea. "Não quisemos focar naqueles azulejos rococós, mas mantivemos as cores do azulejo português branco, azul e preto. Esse momento vem seguido do black tie masculino, que flutua pelas roupas", diz Dzenk.

Florais em fundo escuro também compõem e fecham essa homenagem à mulher luso-brasileira.

Leia mais:

Minas Trend democratiza espaço da moda, valoriza veteranos e lança luz sobre novatos

Em entrevista exclusiva, Ronaldo Fraga diz que 'moda é veículo para democracia plena'

Expansão do mix de patrocinadores reduz em 50% custos com Minas Trend