O empresário suspeito de matar a ex-companheira, Simone Marca, de 30 anos, foi preso na tarde deste sábado (8), na cidade de Rio Verde, em Goiás, na casa de parentes. De acordo com a Polícia Civil, Marcos Ferreira da Silva, de 43 anos, deve ser ouvido nesta noite pela delegada Roberta Borges Silva Ferreira, em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro. 

O crime aconteceu por volta das oito horas da noite de sexta-feira (7), na cidade mineira. Conforme informou a PC, Simone assistia à missa na Igreja Catedral São José, quando foi esfaqueada pelo empresário que teria fugido em um carro. A faca usada por ele foi localizada no chão da igreja e apreendida. Simone chegou ser levada pelos Bombeiros para atendimento médico, mas não resistiu.

Após o crime, o suspeito confessou a culpa por meio de um áudio gravado no WhatsApp para amigos. Segundo a PC, a delegada responsável pelo caso também teve acesso à gravação. No áudio, o empresário fala que amava Simone, que ela estava com outro e que a vida dele acabou. Ele ainda pede desculpas aos amigos, pede que não fiquem com raiva dele e diz que não tem mais força. 

Neste sábado, a página da Igreja no Facebook trouxe uma mensagem de solidariedade para a família e de oração por Simone. Já o empresário depois de ser ouvido pela polícia ficará à disposição da Justiça.