No Carnaval, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) recuperou centenas de celulares furtados na capital mineira. Infelizmente, esse tipo de prática criminosa é bastante comum em grandes eventos, onde há aglomeração de pessoas.

Para evitar a dor de cabeça de "perder" o celular, basta adotar algumas atitudes simples, que podem fazer toda a diferença para quem gosta de apreciar grandes shows e competições esportivas com segurança.

1) Não coloque o celular no bolso traseiro: Não há problema em levar o celular para tirar fotos ou gravar vídeos. No entanto, não guarde no bolso de trás da calça. O ideal é colocar o aparelho no bolso dianteiro mais fundo ou dentro de alguma bolsa, na frente do corpo, como pochetes uo "doleiras".

2) Evite multidões: Prefira acompanhar o show mais afastado, para evitar o tradicional "empurra-empurra" que pode resultar no furto do celular. Os ladrões se aproveitam desses momentos para praticar os delitos. Se estiver na rua, só atenda ao celular dentro de um estabelecimento comercial e guarde antes de sair.

3) Instale aplicativos de rastreamento: Hoje, há diversos aplicativos capazes de rastrear seu celular em caso de furto e roubo e apagar os dados logo após ese tipo de ocorrência. Alguns aparelhos já apresentam sistemas próprios de segurança que os tornam inutilizáveis por meio de uma assistência remota. Além disso, faça o backup periódico de todas as informações e foto, para evitar prejuízos, em caso de furto.

4) Em casos de furto, bloqueie o celular: Em caso de roubo ou furto do aparelho, entre em contato com um policial militar ou ligue para o 190. Tenha em mãos o número do IMEI do aparelho furtado. Trata-se de um código que funciona como o chassi de um carro. Para ter essa informação, basta ver na caixinha do aparelho ou teclar *#06* para que o número apareça na tela. Uma vez registrado, aumentam as chances de recupear ou bloquear o celular.

Fonte: Gocil Segurança & Serviços.