Weintraub

Ex-ministro deixou o Brasil em voo comercial e aguardará nos EUA trâmites para assumir cargo no Banco Mundial

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub deixou o Brasil nesta sexta-feira e já está nos Estados Unidos, onde se valeu do passaporte diplomático para o acesso ao país. Na quinta-feira (18) ele havia anunciado sua saída do cargo, sob seu comando desde abril de 2019. uma edição extraordinária do Diário Oficial da União trouxe, neste sábado, sua exoneração da pasta. Por indicação do presidente Jair Bolsonaro, ele terá seu nome submetido ao Banco Mundial para assumir uma diretoria do órgão. A confirmação da viagem foi feita pela assessoria do MEC.

Weintraub alegou que ele e a família estavam sofrendo ameaças. O ex-ministro é investigado pelo Supremo Tribunal Federal no inquérito das fake news. Na reunião ministerial de 22 de abril que teve o conteúdo divulgado como parte de outra investigação (a da possível influência do Palácio do Planalto na Polícia Federal), ele sugeriu que os ministros da corte seriam 'vagabundos' e defendeu sua prisão. (com Agência Brasil).