Acusados da morte do cinegrafista no Rio vão a júri

Estadão Conteúdo
19/08/2014 às 22:54.
Atualizado em 18/11/2021 às 03:51
 (Reprodução/RedeRecord)

(Reprodução/RedeRecord)

Os dois ativistas acusados de ter acendido o rojão que atingiu e matou o cinegrafista Santiago Andrade, da TV Bandeirantes, em protesto no Rio em fevereiro, serão julgados pelo Tribunal do Júri. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (19), pelo juiz Murilo Kieling, titular da 3ª Vara Criminal. Kieling considerou que Caio Silva de Souza e Fábio Raposo Barbosa agiram com dolo (intenção de matar).
http://www.estadao.com.br

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por