Aeroviários aderem à greve e atividade em Confins pode ficar comprometida

Paula Coura
pcoura@hojeemdia.com.br
27/04/2017 às 13:51.
Atualizado em 15/11/2021 às 14:18
 (Aeroporto de Confins/Divulgação)

(Aeroporto de Confins/Divulgação)

O Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) confirmou adesão da categoria a paralisação geral, marcada para amanhã (28), em diversas cidades do Brasil, além de Belo Horizonte. O aeroporto de Confins pode ter, inclusive, dificuldades para manutenção das atividades normais.

Uma funcionária de Confins, que pediu para não ser identificada, disse vários trabalhadores responsáveis carregamento das malas do terminal para os aviões já confirmou adesão à greve. De acordo com o SNA, o sindicato representa funcionários que operam nos serviços de check-in, manutenção das aeronaves, raio-x e despachantes de bagagens, um total de 15 mil pessoas em todo o país. A paralisação começará no período da manhã, sem hora específica, por tempo indeterminado.

Estradas

Mais cedo, o presidente reeleito da Força Sindical em Minas, Vanderir Messias Alves, disse que ações pontuais serão realizadas para para paralisação das principais rodovias que cortam Belo Horizonte, como as Brs 040, 381 e 262, ainda durante a madrugada desta sexta. A intenção é, inclusive, conquistar a adesão dos caminhoneiros ao movimento grevista.

“Nós das centrais sindicais estamos focados e orientando os sindicatos que façam essas mobilizações para que possamos alçançar êxito. Já perdemos muito e o que não podemos perder nesse momento é a nossa capacidade de idgnar com tudo isso que está acontecendo no nosso país. Não dá mais para ficar só no discurso, na tratativa de negociar. Temos que partir para outras linhas, até mais radicais de pressão, de mobilização”, disse Vandeir. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por