Que a ação humana é capaz de causar danos irreversíveis ao planeta todo mundo sabe. Mas será que os resquícios desta degradação já chegaram ao lugar mais isolado do mundo? Para descobrir isso, a Airbnb, plataforma de hospedagens, vai selecionar cinco pessoas para participar de uma expedição científica na Antártida. As inscrições vão até o dia 8 de outubro. 

Os cinco voluntários selecionados irão se juntar à cientista ambiental  Kirstie Jones-Williams na missão de investigar a presença de microplásticos, para saber se a ação humana já chegou ao continente mais isolado da Terra. “Estou procurando pessoas apaixonadas que estejam empolgadas para participar do trabalho e voltar para casa ansiosas para compartilhar nossas descobertas com o mundo”, declarou a pesquisadora.

Os voluntários devem ser fluentes em inglês. Experiências anteriores em pesquisa científica contam a favor.

A expedição terá duração de um mês, entre novembro e dezembro deste ano, sendo que as duas primeiras semanas começam no Chile, onde os viajantes passarão por treinamentos físico e mental para se preparar para a viagem no ambiente hostil da Antártida.

Já na terceira semana, os viajantes partem para a Antártida onde começam a exploração e a coleta de amostras de neve. Lá, eles terão também a oportunidade de visitar o Polo Sul e conhecer as belezas naturais da região.

A última semana será marcada pelo processamento do aprendizado, onde os viajantes irão trabalhar com a Ocean Conservancy para se tornarem embaixadores da proteção dos oceanos. Clique aqui e saiba mais. 

Leia mais:

Governo vai leiloar concessão de trecho de rodovias em Minas e Goiás
Muito bem-vindos: série mostra como estrangeiros deixaram marcas no comércio da capital