Um homem de 65 anos morreu de complicações decorrentes da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), informou o ministério da Saúde da Baixa Saxônia. O homem contraiu a doença nos Emirados Árabes Unidos em fevereiro e superou inicialmente o coronavírus em um hospital de Osnabrück, no noroeste da Alemanha, mas acabou morrendo no dia 6 de junho de uma infecção pulmonar, informou o ministério.

Acredita-se que o homem contraiu MERS após visitar um mercado de animais. Camelos são transmissores do vírus, de acordo com informações do ministério. Mais de 200 pessoas na Alemanha fizeram testes para descobrir se haviam contraído MERS, mas, de acordo com o ministério da Saúde, ninguém foi infectado.

O Instituto Robert Koch, agência alemã de controle e prevenção de doenças, afirmou que este foi o terceiro caso de MERS no país. Em relação aos outros dois infectados, ambos contraíram no exterior e um morreu, de acordo com autoridades de saúde da Europa.

Em 2012 e 2013, pacientes do Qatar e dos Emirados Árabes Unidos fizeram tratamento contra o MERS na Alemanha e um dos infectados morreu, divulgou o Instituto. Fonte: Dow Jones Newswires.