O senador e candidato ao governo de Minas pelo PSDB, Antonio Anastasia, usou uma rede social, nesta terça-feira (9), para responder o adversário Romeu Zema (Novo), que declarou não descartar o apoio de Fernando Pimentel (PT), na disputa do segundo turno.

“De adversário direto, só o Mares Guia (declarou apoio). Os demais não se manifestaram ainda. Estamos abertos aos apoios. Se o Pimentel concordar com nossas propostas, e quiser apoiar, desde que não haja balcão de negócios, não vamos nos recusar a construir uma Minas Gerais nova”, pontuou Zema.

No vídeo, o tucano se diz “estarrecido” com a declaração. “Custamos tanto a derrotar o PT, não elegemos a Dilma ao Senado, acabamos com o desgoverno do Pimentel em Minas Gerais e agora o senhor Zema vem dizer que quer o Pimentel de volta?”

Assista ao vídeo:

Após a repercussão do possível apoio de Pimentel, Romeu Zema deu a seguinte declaração: "O mineiro agora tem uma opção, que é a tolerância zero com a corrupção, com as mordomias e com os privilégios. Quem declara apoio a essa opção, a única via de algo novo, será sempre muito bem-vindo. Agora, o apoio partidário e institucional, este será tratado dentro do nosso partido, o Novo. Caberá ao diretório a decisão e ele já definiu que nós não vamos apoiar partido de esquerda e também não será feito nenhum acordo que venha criar cabide de emprego, conchavos. Nós fomos criados exatamente para combater isso".

Leia mais:

Em tom conciliador, Zema não descarta apoio de Pimentel e sinaliza diálogo com deputados