A diferença entre Antonio Anastasia (PSDB) e Fernando Pimentel (PT) caiu de 10 para nove pontos percentuais, conforme apontou pesquisa Datafolha divulgada na noite de ontem. O tucano manteve os 33% registrados no levantamento apresentado  em 20 de setembro, enquanto Pimentel subiu de 23% para 24% na mesma base de comparação.

Romeu Zema (Novo), que na última pesquisa tinha 7% das intenções de voto, saltou para 9%, confirmando a terceira posição no pleito. Adalclever Lopes (MDB), que chegou à corrida eleitoral depois dos demais concorrentes,  subiu de 3% para 4%. 

Branco e nulo
O índice de eleitores que votaria branco e nulo caiu de 20% para 17%. Os indecisos, no entanto, representam 9%, o mesmo índice  apontado no último levantamento. 

Dirlene Marques (Psol), Jordano Metalúrgico (Pstu) e João Batista Mares Guia (Rede) ficaram com 1% cada. Claudiney Dulim (Avante) e Alexandre Flach (PCO) não atingiram 1% das intenções de votos.

Segundo turno
Em um segundo turno entre Antonio Anastasia e Fernando Pimentel, o tucano levaria a melhor com uma diferença de 15 pontos. Anastasia ganharia as eleições com 46% e Pimentel encerraria o pleito com 31% dos votos válidos. 

Rodrigo Pacheco (DEM) disparou e passou Carlos Viana (PHS). O presidente do DEM em Minas saltou de 13% para 17%, enquanto Viana manteve os 14% registrados no levantamento realizado em 20 de setembro. 

Rejeição
O petista lidera quando o assunto é rejeição. 41% dos eleitores não votariam nele. Anastasia também tem alto índice de reprovação: 28%. Romeu Zema tem 21% e João Batista dos Mares Guia tem 20%.

Rodrigo Pacheco (DEM) disparou e passou Carlos Viana (PHS). O presidente do DEM em Minas saltou de 13% para 17%, enquanto Viana manteve os 14% registrados no levantamento realizado em 20 de setembro. 

Apesar da escalada de Pacheco, Dilma Rousseff (PT) mantém a liderança com 28% das intenções de votos. Ela tinha 29% no levantamento anterior. 

Fábio Cherem (PDT) saltou de 7% para 11%. Dinis Pinheiro (Solidariedade) manteve os 10% da pesquisa anterior e Rodrigo Paiva (Novo) subiu de 7% para 8%. 

Este ano, os mineiros elegem dois senadores para o Congresso.

A pesquisa foi realizada em 67 municípios mineiros nos dias 26, 27 e 28 de setembro. Foram ouvidos 1.384 eleitores. O índice de confiança   é de 95% e a margem de erro é de três pontos percentuais para cima ou para baixo.