O candidato ao governo de Minas pelo PSDB, Antonio Anastasia, afirmou que vai trabalhar para o fortalecimento dos taxistas em Belo Horizonte, e transferiu a responsabilidade da regulamentação dos aplicativos de mobilidade urbana para as prefeituras municipais.

Em encontro realizado nessa segnta-feira (3), no Sindicato Intermunicipal dos condutores autônomos (Sincavir), no bairro Ipiranga, região Nordeste de Belo Horizonte.com  o tucano ouviu as principais solicitações da classe, e mostrou otimismo quanto a concretização dos pedidos. “As solicitações são bem objetivas, da competência do Estado. Eles colocam a manutenção da isenção do ICMS para os táxis, uma convergência para o turismo através do táxi tour, uma linha de crédito para a compra de táxis pelo BDMG e também uma questão relativa a um aplicativo novo que seria criado para que possa ser usado por órgãos governamentais. Com paciência, vamos tentar implementar tudo”, completou.

Em relação ao imbróglio envolvendo a regulamentação dos aplicativos de mobilidade urbana, Anastasia preferiu não se posicionar, atribuindo às prefeituras a responsabilidade de administrar a questão. “O Congresso Nacional já votou o tema e atribuiu à Câmara Municipal a sua regulamentação. Caberá a cada município o tamanho e a forma de fazer. Então temos que respeitar a autonomia municipal para isso”, afirmou.

Equilíbrio

Para Rodrigo Pacheco, é viável que os taxistas e os motoristas dos aplicativos atuem simultaneamente, e o mais importante seria a melhoria da mobilidade urbana no Estado. 

“Sempre compreendi que é perfeitamente possível coabitarem os dois sistemas. O sistema desse transporte inovador e criativo com os taxistas. E que nós tínhamos que preservar os taxistas e que a regulamentação que houver, que foi decidida por ser das prefeituras municipais, que se faça dentro do equilíbrio para permitir que o Uber e os outros aplicativos possam existir. O que nós temos que lutar sempre é pela cultura do transporte coletivo. Temos totais condições para que todos esses sistemas possam existir conjuntamente, preservando o direito de todos eles”.

Confira outros temas comentados por Antonio Anastasia:

Apoio de prefeitos do MDB

"Todo apoio é bem-vindo. Todo voto é democrático e soberano. Fico muito feliz porque muitos desses prefeitos acompanharam a minha gestão e são testemunha da forma republicana que eu administrei o Estado, mesmo na época que o então PMDB era oposição ao governo. Esses prefeitos têm demonstrado publicamente apoio à minha candidatura. Recentemente, no Triângulo Mineiro, os prefeitos de Ituiutaba, Araguari e Iturama, os três do MDB, declararam apoio, assim como outros pelo Estado afora. De fato, teremos a tendência de ter um grande apoio dos prefeitos do MDB, não só a minha candidatura, mas também da candidatura ao Senado do Rodrigo Pacheco (DEM)”.

Greve dos transportadores de combustível

“Na função do Legislativo hoje nós não temos como evitar medidas que são relativas ao Executivo. Todas as medidas que o Executivo acordou na greve passada foram votadas pelo Legislativo. Esperamos que isso (a greve) não ocorra, prejudica muito o Brasil, e eu não sei distinguir a essa altura o que é verdade e o que é não é. Espero que não haja qualquer alteração na normalidade. Nós percebemos os efeitos da primeira greve na economia, na vida das pessoas. Sou muito otimista que não ocorrerá e nós vamos avançar ainda mais”.