A expectativa do setor da construção para 2019, em Minas Gerais, é uma alta de 1,3%, o que seria o primeiro ano de crescimento após cinco quedas consecutivas, que provocaram redução de 27,9% do PIB da Construção entre 2014 e 2017. A previsão é do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG).

“Tivemos em 2018 o retorno dos lançamentos imobiliários em Belo Horizonte e Nova Lima, com crescimento de 42,8% em relação ao ano anterior”, afirma Ieda Vasconcelos, assessora econômica do Sinduscon-MG. 

Entre os meses de janeiro e outubro de 2018, as duas cidades receberam 2.285 novas unidades, frente a 1.600 lançamentos no mesmo período de 2017. O número de lançamentos também foi menor que o de apartamentos novos vendidos (2.740) nos dez primeiros meses de 2018. 

Nesse contexto, o índice de Confiança do Empresário da Construção mineira, divulgado pela Fiemg, em parceria com o Sinduscon-MG, atingiu o maior patamar desde junho de 2012, chegando a 59,4 pontos. 

“Percebemos uma mudança no sentimento do empresário. Ele está muito mais otimista”, afirma Ieda Vasconcellos. Ela destaca, porém, que a projeção do mercado imobiliário é feita com base nas perspectivas futuras e depende de políticas federais e estaduais para, de fato, se concretizar. 
“O que puxa a confiança é a expectativa de um futuro melhor, e não a situação atual, que ainda é instável”, conclui.

Preço nominal

Segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), o preço nominal médio dos imóveis residenciais em dez capitais brasileiras, incluindo BH, subiu 0,64% em 2018. Com isso, os preços no mercado imobiliário voltaram para o campo positivo após fecharem em queda por três anos seguidos: 2017 (-0,60%), 2016 (-2,26%) e 2015 (-0,20%). 

Apesar do indicador positivo, o crescimento ainda está abaixo da inflação do período, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 3,59%. 

Estratégias

Para alavancar as vendas e desovar os estoques, as construtoras lançam mão de estratégias. A MRV Engenharia, por exemplo, vem realizando desde o ano passado o Dia MRV, evento no qual oferece um motorista particular para buscar os clientes e levá-los até o plantão de vendas. 

No próximo sábado (16), das 8h às 18h, mais uma edição do Dia MRV será realizada. Os clientes que se cadastrarem via WhatsApp serão levados até o plantão de vendas da construtora em Contagem.  A empresa afirma ainda que os imóveis poderão ser adquiridos com desconto de até R$ 3 mil e parcelas mensais a partir de R$ 271. 

Leia mais:

Com dólar em alta e preços atrativos, imóveis de BH viram opção de investimento para quem mora fora

Zema sela acordo com CGU e vai criar núcleo para prevenir e combater fraudes

Especialistas associam reforma da Previdência a equilíbrio fiscal