Após falhas na plataforma impedirem as inscrições dos candidatos às vagas de agente socioeducativo, a Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais (Sesp-MG) anunciou, nesta terça-feira (6), a prorrogação do prazo de inscrições. Os candidatos têm, agora, até o dia 13 de novembro para se registrarem no processo seletivo.

Antes da decisão, o prazo terminaria nesta terça-feira, mas nessa segunda-feira (5), quando as inscrições começariam, o sistema online apresentou inconsistências e saiu do ar. A secretaria comunicou, então, que teria de suspender a plataforma sem prazo para retorno. 

No comunicado da Sesp, divulgado nesta terça-feira, o órgão afirmou que as falhas foram causadas por acessos múltiplos e simultâneos e pediu aos interessados que evitem acessar a plataforma em horário de pico. Por volta das 18h30 desta terça-feira, momento em que a reportagem apurava a prorrogação, o site continuava instável e só foi completamente carregado cerca de 15 minutos depois da primeira tentativa.

Seleção

O Governo de Minas selecionará 322 novos agentes – sendo 298 destinados para homens, 29 vagas reservadas para pessoas com deficiência e 24 para mulheres. As vagas serão distribuídas para 15 regiões e também para cadastro de reserva. A remuneração é de R$ 4.098,45, para uma carga horária de 40 horas semanais em regime de dedicação exclusiva.

Não trata-se de concurso público e sim de instrumento convocatório para "contratação administrativa excepcional e temporária dos agentes". O processo seletivo é composto por quatro fases: análise de currículos; comprovação de idoneidade – investigação social; avaliação psicológica; e curso introdutório.

Para inscrever-se no processo seletivo, os candidatos precisam ter o Ensino Médio completo. A inscrição é gratuita e será feita online.

Função

Dentre as funções das vagas estão: exercer atividades de vigilância e escolta nos espaços intramuros e extramuros das unidades da Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase), zelando pela integridade física, mental e emocional dos adolescentes em regime de internação e semiliberdade; garantir a integridade do patrimônio e a segurança dos servidores em exercício nas unidades de atendimento; assegurar o cumprimento das medidas socioeducativas; e atuar como orientador no processo de reinserção social do adolescente em conflito com a lei.

Leia mais:
Erro em sistema suspende processo para contratação de 322 agentes socioeducativos em Minas
Sesp abre processo seletivo para agentes socioeducativos com salários de R$ 4.098