Uma aposentada de 80 anos morreu na tarde de domingo (14) após ter café com leite injetado na veia no Posto de Atendimento Médico (PAM) de São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Palmerina Ribeiro estava internada havia dez dias com infecção renal na unidade. 
Segundo a Prefeitura de São João de Meriti, uma sindicância foi aberta para esclarecer o caso e a estagiária que aplicou a injeção e as enfermeiras supervisoras foram afastadas de suas funções.
 
Familiares da paciente registraram o caso na delegacia de polícia local. Eles disseram aos investigadores que dona Palmerina sofreu convulsões após receber a injeção e morreu quatro horas depois.