Dani (Florence Pugh) e Christian (Jack Reynor) são um jovem casal americano com o relacionamento prestes a terminar. Quando uma tragédia familiar acaba mantendo-os juntos por mais um tempo, Dani é convidada pelo namorado, ainda que sem muito entusiasmo, a participar de uma viagem com seus amigos.

O grupo planeja participar de um festival de verão organizado em uma distante vila sueca, onde os membros da família de um dos rapazes vivem todos juntos.

Assim tem início O Mal Não Espera a Noite - Midsommar, novo longa-metragem escrito e dirigido pelo cineasta norte-americano Ari Aster, o mesmo responsável pelo sombrio Hereditário, lançado em 2018.

Desta vez, a atmosfera de Midsommar é tudo menos sombria, considerando os belos cenários ensolarados e verdejantes, vistos em quase todas as cenas.

Inicialmente, a hospitalidade dos aldeões, o conforto dos bangalôs instalados no vilarejo e o acesso indiscriminado a psicotrópicos animam os visitantes estrangeiros, mas terror e angústia se desenvolvem quando a história toma rumos cada vez mais sinistros.

Tradições excêntricas, um urso enjaulado e paredes com runas antigas inquietam os hóspedes, que continuam no local por um misto de curiosidade e espírito aventureiro. Em plena luz do dia e a céu aberto, os forasteiros acompanham uma série de rituais estranhos, que colaboram para romper a união do grupo e evocam um clima ao mesmo tempo dramático e perturbador.

As salas e os horários de exibição podem ser conferidos aqui: