O amigo sabe qual é a definição correta para uma perua. Perua é uma denominação coloquial nossa para esses automóveis de carroceria comprida. Mas fato é que as peruas são chamadas de diferentes formas: station wagon, wagon, estate car, carrinha e por aí vai. Fabricantes denominam com SW, Estate, Touring, Avant, Variant que contribui para a pluralidade das peruas. Por aqui, a maioria das peruas tinham nomes distintos: Panorama, Caravan, Belina, Parati, Quantum, Ipanema, Elba, Weekend. E assim, perua se tornou a forma de se denominar tudo isso. Mas uma coisa é certa shooting brake é shooting brake e não se discute.

Mas o que diabos é isso? Não é uma perua? Sim, é uma perua, mas a shooting brake é uma perua derivada de um cupê, diferentemente de uma SW convencional que deriva de um sedã. Sua traseira tem uma cadência mais acentuada que as peruas convencionais, assim como linha de cintura bem alta. Ou seja, um esportivo com bagageiro farto. Isto posto, fato é que a Volkswagen acaba de apresentar a Arteon Shooting Brake R, que chega como versão nervosa da linha.

Ela deriva do cupê quatro portas da VW, que sucedeu o sensual Passat CC. Para quem não sabe a linha R é como se fosse a S da prima Audi (não a RS). Trata-se de família de modelos de alto desempenho, que já congratulou modelos com Golf, T-Roc e Scirocco.

Sob o capô, a Arteon Shooting Brake R conta o popular motor FSI 2.0, que por aqui equipou o Golf GTI e atualmente está presente no Jetta GLI e Tiguan Allspace R-Design. No entanto foi ajustado para para 320 cv. O torque também saltou dos 35 mkgf para 42,8 mkgf. A transmissão é uma unidade de dupla embreagem e sete marchas.

Zangada, a perua… ops, a shooting brake acelera de 0 a 100 km/h na casa dos 5 segundos e acelera até 250 km/h, em função do limitador eletrônico. Detalhe, o assistente de condução IQ Drive, que combina ACC, monitor de faixa, detector de obstáculos, monitor de tráfego cruzado e outras tecnologias, é capaz de reagir às situações do trânsito, inclusive fazer conversões e cruzar por rotatórias.

Segundo a VW, a tecnologia é capaz de assumir o controle do carro a até 210 km/h. Vale lembrar que na Alemanha não há limite de velocidade nas autobanhs, as super estradas da terra de Sebastian Vettel. E para não deixar que ela escorregue para fora da pista, o modelo conta com setorização de torque, que se soma aos controles de estabilidade e tração.

Visualmente o modelo conta com para-choques mais agressivos, imensas rodas calçadas com pneus Pirelli P Zero, que deixam a mostra os discos de freio perfurados e as grossas pinças, fundamentais para estancar o ímpeto dessa shooting brake. Na traseira, ela conta com lanternas afiladas e quatro grandes ponteiras de escape, que completam a indumentária.

Por dento, o Arteon segue o padrão pomposo do Passat. Mas como se trata de um carro esportivo, ele recebeu bancos tipo concha, com encosto de cabeça fixo, assim como um acabamento mais arrojado que as demais versões. Complementa o pacote o quadro de instrumentos digital, módulo multimídia com Apple CarPlay e Android Auto, além sistema de áudio Harman/Kardon de absurdos 700 watts.