Um terno Anthony Sinclair, sob medida, não é barato, mas não impossível. Da mesma forma que abrir uma garrafa de Bollinger 1969 não sai por menos de R$ 7 mil. Mas comprar um Aston Martin DB5 com um par de metralhadoras, aí fica complicado. Só que o amigo que ainda sonha em brincar de James Bond tem razões para celebrar. A marca britânica acaba de lançar a série 007 Edition para os modelos DBS Superleggera e Vantage.

A Série marca a 25ª participação da fabricante inglesa nos filmes do espião mais famoso do planeta. O DBS faz ponta em “007: Sem Tempo para Morrer”, que deveria ter estreado em abril, mas, devido à pandemia, ficou para novembro.

Já o Vantage não aparece no filme, mas ganha uma edição pelo fato de seu antepassado V8 Vantage (1977) ser uma das viaturas de Bond na película. Vale lembrar que esse modelo foi conduzido pelo espião, em “007: Marcado Para Morte”, de 1987, na época em que Timothy Dalton tinha “licença para matar”.

Coisa de fã

O Vantage terá tiragem de 100 unidades, enquanto o DBS Superleggera terá apenas 25 unidades. Todas serão pintadas na tonalidade cinza Cumberland Grey. Os carros terão acabamento exclusivo, em couro preto, com inscrições 007 aplicadas e até mesmo pára-sóis bordados com os números 90.60, que correspondem à frequência de rádio da polícia russa, utilizada pelo espião no longa-metragem de 1987.

Os carros ainda contam com uma plaqueta gravada a laser que simula o painel de armas do carro do filme. Foguete, mísseis, lasers, um visor de mira e estabilizadores de esqui. Cruzes gravadas no pomo da transmissão remetem ao sistema de orientação de mísseis visto no filme. 

Motores

O Vantage é equipado com motor Mercedes-AMG 4.0 biturbo de 510 cv. É a mesma unidade utilizada no AMG GT S, assim como C63 AMG. O bloco pode ser combinado com transmissão automática de oito marchas ou manual de sete velocidades. Esse Aston acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e atinge máxima de 314 km/h. Dá para salvar o mundo e chegar a tempo da hora do chá.

Já o DBS Superleggera conta com motorização digna de um espião. O V12 biturbo 5.2 de 725 cv e 90 mkgf. Essa usina é acoplada a uma caixa ZF automática de oito marchas e tração traseira, obviamente. A aceleração é brutal, capaz de fazer medo em qualquer supervilão. Ele vai da imobilidade aos 100 km/h em 3,4 segundos e chega a 340 km/h.

O preço dos brinquedos? O Aston Martin DBS Superleggera 007 Edition é oferecido por 279.025 libras. Algo em torno de R$ 2 milhões, lá no Reino Unido. Se o valor ficou proibitivo, fique sabendo que o Vantage 007 Edition sai por 161.000 libras (R$ 1,17 milhão), com entregas programadas para 2021. Puxado, não é? Bom, mas se o amigo ainda insiste em ser o James Bond, fique sabendo que ele guiou um VAZ 2160, o primo do Lada Laika, em três filmes. Já é o começo!