O júri do Tribunal de Colorado, nos Estados Unidos, decidiu hoje que James Holmes não deveria receber a pena de morte por ter matado 12 pessoas e ferido outras 70 em um massacre num cinema em 2012.

Holmes irá passar a vida na prisão, sem condicional, por seus crimes. O júri já tinha considerado no mês passado o réu culpado pelo tiroteio - um dos piores na história dos Estados Unidos - que ocorreu durante a sessão do filme Batman, em Aurora, no Colorado.

Os jurados rejeitaram os argumentos dos advogados de defesa de que Holmes teria passado por um surto psicótico, sendo considerado legalmente insano no momento do ataque. Entretanto, a pena de morte, que requer unanimidade, não foi aprovada por todos os jurados. Fonte: Dow Jones Newswires.