Minas pode garantir mais uma Pasta no governo Bolsonaro. O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado federal Takayama (PSC-PR), encaminhou ao presidente eleito nesta quinta-feira (28) a indicação do deputado federal Leonardo Quintão (MDB-MG) para o Ministério de Minas e Energia. Outro parlamentar federal pelo Estado, Jaime Martins (PROS), também é cotado para a vaga. Na quarta-feira, Marcelo Álvaro Antônio, deputado mais votado em Minas, foi escolhido para ocupar o Ministério do Turismo.

Bolsonaro já confirmou também na equipe outros dois mineiros: o deputado Marcos Montes, que vai ocupar a Secretaria de Agricultura, e o empresário Salim Mattar, dono da Localiza, que aceitou o convite para a Secretaria Executiva de Privatizações, que será vinculada ao Ministério da Fazenda.

Quintão é economista e foi eleito vereador por Belo Horizonte em 2000, com 9.887 votos. Dois anos depois, conquistou uma vaga na Assembleia Legislativa de Minas, com 60.528 votos, sendo eleito deputado federal por três mandatos consecutivos. É presidente do MDB de Belo Horizonte e vice-presidente da legenda em Minas. Em 2008, concorreu à Prefeitura Belo Horizonte, sendo derrotado.

WhatsApp Image 2018-11-29 at 20.06.12.jpeg

 

Leia mais:
Deputado Marcelo Álvaro Antônio será ministro do Turismo de Bolsonaro