O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) publica nesta terça-feira (13) edital para quatro tipos de linhas de crédito às prefeituras do Estado. O valor total soma R$ 200 milhões e a amortização poderá ocorrer em até 72 meses, dependendo do contrato.

"Nossa expectativa é que entre 300 e 400 cidades se inscrevam", acredita o presidente da instituição financeira, Sérgio Gusmão Suchodolski, durante coletiva nesta manhã.

O período de carência é de 12 ou 18 meses, conforme a linha de crédito, e as taxas de juro (4%, 5% ou 6% ao ano) serão aplicadas na companhia da Selic. O limite de financiamento leva em conta a população das cidades, segundo o censo de 2010, o último do IBGE.

Os municípios poderão receber R$ 1 milhão (cidades com menos de 5 mil habitantes), R$ 1,5 milhão (5.001 a 10 mil pessoas), R$ 2 milhões (10.001 a 40 mil), R$ 3 milhões (40.001 a 100 mil) e R$ 5 milhões (acima de 100 mil).

A primeira linha de crédito foi batizada de Cidades, segundo o BDMG, e será usada na construção, ampliação ou reforma de prédios públicos.

Já a linha BDMG Urbaniza irá financiar, por exemplo, obras em praças, ciclovias, sinalização. A BDMG Saneamento ajudará a bancar a gestão de resíduos sólidos, iluminação pública etc.

Por sua vez, a BDMG Maq será usada na aquisição de máquinas e equipamentos para intervenção viária e caminhão de lixo.