A capital mineira fechou o ano passado com saldo positivo na geração de empregos formais. Ao todo, foram 29.330 novos postos de trabalho criados ao longo do ano. Isso deixa Belo Horizonte em segundo lugar no ranking de municípios que mais geraram emprego em 2018, perdendo apenas para São Paulo, que fechou o ano com 58.357 novas vagas ocupadas.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, e resultam da diferença entre o número de admissões e de demissões.  

No Estado, a cidade que mais gerou empregos depois de BH é Nova Lima, com a criação de 2.876 novos postos de trabalho ao longo de 2018. Já o município que menos pontuou no ranking estadual de empregos foi a cidade de Araxá, no Alto Paranaíba, que fechou o ano com a perda de 890 postos de trabalho. 

Ao todo, Minas gerou no último ano 66.093 empregos de carteira assinada, contabilizando somente os municípios com mais de 30 mil habitantes. O setor que mais empregou foi o de serviços, com a geração de 45.485 empregos entre formais e informais, seguido pelo setor de construção civil, com 16.587 novas vagas. Já o setor que mais demitiu em 2018 foi o da administração pública, com perda de 628 postos de trabalho no Estado. 

Leia mais:
Caged mostra que saldo de emprego formal em 2018 foi positivo em 529.554 vagas
Confira as vagas de emprego disponíveis no Sine BH nesta quarta-feira