A partir desta terça-feira (26), cinco municípios mineiros da Região Metropolitana de Belo Horizonte darão início ao recadastramento obrigatório do eleitorado por meio da coleta de dados biométricos. São eles Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia, Vespasiano e São José da Lapa, que correspondem à 311ª Zona Eleitoral. 

O eleitorado total das cinco cidades é de 557.689, sendo que cerca de 20% destes eleitores (110.127) já são biometrizados. O prazo para conclusão da revisão biométrica em São José da Lapa é 17 de dezembro deste ano. Já em Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e Vespasiano, o recadastramento deve ser feito até o dia 21 de fevereiro de 2020. 

O comparecimento é obrigatório para todos os eleitores registrados nestes municípios que ainda não fizeram o recadastramento biométrico. Os que já coletaram a assinatura, foto e digitais não precisam fazer o cadastro novamente. 

Como se cadastrar

Para realizar o recadastramento biométrico, o eleitor deve comparecer a um cartório, posto ou central de atendimento com documento oficial de identidade, que comprove a nacionalidade brasileira, e comprovante de endereço. São aceitos como documento a carteira de trabalho, carteira de identidade, carteiras emitidas por órgãos reguladores de profissão, certidão de nascimento ou de casamento. 

Não são aceitos a carteira de habilitação e o novo passaporte. Homens que vão fazer o alistamento eleitoral devem apresentar também o comprovante de quitação do serviço militar (de 1º de julho do ano em que completar 18 anos até 31 de dezembro do ano em que completar 45 anos). 

Para evitar filas, o atendimento pode ser agendado no site do Tribunal Regional Eleitoral ou pelo Disque-Eleitor (148), mas os eleitores também podem ser atendidos por ordem de chegada. 

Prazo final

O recadastramento biométrico deve ser concluído em 2022. Até o dia 21 de março deste ano, 5.066.706 eleitores mineiros já haviam feito o recadastramento biométrico, o que representa 32,18% do eleitorado no Estado. 

Em 84 cidades de Minas onde foi feito o recadastramento obrigatório, todo o eleitorado já votou com identificação biométrica nas últimas eleições. Em 121 municípios, a revisão biométrica começou no dia 5 de fevereiro de 2019 e termina entre outubro deste ano e fevereiro de 2020. 

Em outros 643 municípios, inclusive em Belo Horizonte, o atendimento ainda é feito de forma ordinária, à medida que os eleitores buscam algum atendimento da Justiça Eleitoral.  

Leia mais:
Biometria passará a ser obrigatória em mais 121 municípios mineiros; veja a lista
Cerca de 213 mil mineiros tiveram títulos eleitorais cancelados após ausência de biometria