A BMW tem levado a sério a meta de lançar 25 modelos em 2020. O volume simboliza os 25 anos de operações no mercado Brasileiro. E nem mesmo a pandemia do coronavírus Covid-19 foi capaz de atrapalhar o cronograma da marca alemã. Mas, sejamos francos, são lançamentos de produtos importados, que não impactam no processo fabril da planta Araquari (SC). Mas dessa vez foram dois carros ao mesmo tempo: o cupê quatro portas M235i Gran Coupé e o impetuoso M2 Competition.

O Gran Coupé, que tinha sido anunciado em fevereiro, chega às revendas por R$ 308.950 e conta com um pacote de conteúdos bastante farto com direito a sistema Live Cockpit Professional, combinação do quadro de instrumentos digital com a tela do multimídia, assim como Head-Up Display, que projeta informações no para-brisa, e abertura automática do porta-malas, por aproximação.

Sob o capô, o modelo é equipado com bloco 2.0 turbo de 306cv e 45 mkgf de torque, montado em posição transversal, como a atual geração do Série 1 e dos utilitários X1 e X2. Toda a força está disponível a rasos 1.750 rpm e se mantém até 4.500 giros. A transmissão é automática de oito velocidades e a tração é integral. Traduzindo: 0 a 100 km/h em 4,9 segundos.

BMW M235i Gran Coupé

O que chama atenção é que, em fevereiro, o modelo foi anunciado por R$ 280 mil. Mas com a explosão do dólar e do euro, a BMW precisou acionar a remarcadora de etiquetas.

Purista

O M2 Competition é uma derivação mais brutal do cupê (que é um dos melhores BMW já construídos), e que só fica abaixo do exclusivíssimo M2 CS, que é praticamente um carro para pistas. O modelo foi apresentado no Salão do Automóvel de 2018 e chegou a ser vendido numa pequena tiragem no segundo semestre do ano passado, custando R$ 377 mil. Agora ele retorna (mais salgado) por R$ 439.950, devido à desvalorização brutal da moeda brasileira.

Mas a versão tem atributos para os abastados engordarem o cheque. Uma delas é fato de o próximo Série 2 cupê abandonar a tração traseira, uma vez que seu irmão quatro portas adota tração dianteira e opção integral nas versões mais sofisticadas. 

O segundo argumento está debaixo do capô. O M2 Competition é equipado com o clássico seis cilindros, em linha, biturbo 3.8, recalibrados para 410 cv e 55 mkgf de torque. A versão é tão purista que é vendida com transmissão manual de seis marchas. Sua aceleração de 0 a 100 km/h é de apenas 4,2 segundos e a máxima é de 280 km/h.