Ao menos 43 pessoas foram mortas em ataques de extremistas islâmicos do Boko Haram em uma região remota no nordeste da Nigéria, segundo a polícia e moradores.

Os ataques aconteceram na sexta-feira nas aldeias de Kalwa, Misala e Gwollam. As pessoas foram mortas a tiro ou esfaqueadas, disse Aderemi Opadokun, comissário de polícia do estado de Borno.

As mortes foram divulgadas apenas nesta segunda-feira, pois os locais ficam em uma região com pouca comunicação. Segundo autoridades, mais mortes devem ser divulgadas, à medida que mais informações forem passadas. Fonte: Associated Press.