A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) divulgou um novo boletim de monitoramento da pandemia da Covid-19 em Belo Horizonte, neste domingo (20). Segundo o informe, houve aumento na transmissão da doença em BH, que pode fazer com que a cidade retorne ao nível amarelo na taxa de contaminação.

O boletim elaborado pela Faculdade Medicina da UFMG indica que a taxa de transmissão está em 0,99, limite da chamada faixa verde. No início da semana passada, a taxa estava em 0,91. Na prática, isso significa que uma pessoa doente transmite apenas para outra pessoa ou menos. 

Acima desta faixa, indica que um contaminado possa transmitir para mais de uma pessoa, o que potencializa uma elevação dos números de casos em escala geométrica, como aconteceu nos primeiros meses da pandemia..

Pelo informe da UFMG, Belo Horizonte tem taxa de ocupação de leitos de UTI, dedicados ao combate à Covid-19, na casa dos 44,4%. Já as enfermarias destinadas para o atendimento de pacientes infectados pelo coronavírus está com 38,3% de ocupação, de acordo com dados divulgados pela prefeitura.

A capital mineira tem 39.321 casos positivos para a doença e 1.160 óbitos, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, na sexta-feira (18).