O presidente Jair Bolsonaro publicou em sua conta no Twitter na noite de segunda-feira (1º) que conversou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e agradeceu o envio de mil respiradores à América do Sul, sendo que 50 serão cedidos ao Paraguai e os demais ficarão no Brasil.

A informação do envio dos respiradores foi divulgada no domingo (31) pelo Itamaraty.

Bolsonaro disse que os dois presidentes também trataram sobre o "G7 [grupo que  reúne os países mais industrializados do mundo, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido] expandido, o qual o Brasil deverá integrar, bem como questões do aço brasileiro."

Nesta segunda-feira, o Ministério das Relações Exteriores informou que o governo dos Estados Unidos entregou ao Brasil 2 milhões de doses de hidroxicloroquina, “como demonstração da solidariedade” entre os dois países na luta contra o coronavírus.

Leia mais

Comissão da Câmara aprova multa de R$ 100 para quem estiver sem máscara em BH

Para enfrentar pandemia, não se deve sair da democracia, diz Fachin

Governo de Minas lança Arte Salva, programa de apoio a artistas com aporte de R$ 5 milhões