Em Belo Horizonte para anunciar a liberação de recursos para a ampliação do metrô da capital mineira e inaugurar a pedra fundamental do Centro Nacional de Vacinas da UFMG, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai almoçar com o governador Romeu Zema (Novo) e empresários nesta quinta-feira (30).

Segundo o presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, será oferecido um almoço ao presidente e a toda a comitiva. A ideia do encontro é melhorar as relações com o chefe do Executivo.

“Vamos pedir apoio ao projeto de criação do TRF-6, que está para sanção presidencial agora, um projeto muito importante porque dá celeridade à Justiça de Minas Gerais, que hoje tem uma grande dificuldade no TRF-1”, afirmou o dirigente à Rádio Itatiaia.

Na última quarta-feira (22), o Senado aprovou a criação do Tribunal Regional Federal da 6ª Região, com jurisdição em Minas. Dessa maneira, o Estado deixa de compor o TRF da 1ª Região, da qual também fazem parte o Distrito Federal e mais 12 estados. 

Além disso, Roscoe afirmou que irá apresentar soluções pontuais de mudanças infra legais que permitam simplificar e agilizar os processos.

Leia mais:

Bolsonaro se reúne com Zema para tratar da privatização do metrô de BH e centro de vacinas
Chegada de Bolsonaro em BH tem confusão na Cidade Administrativa; veja vídeo
Bolsonaro abraça vereador Nikolas Ferreira na chegada a BH; veja vídeo