Pelo menos sete pessoas morreram após uma aeronave de pequeno porte cair em Piracicaba, no interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira (14). Segundo a Prefeitura da cidade, o avião modelo King Air B200 saiu do Aeroporto Municipal Pedro Morganti e a queda aconteceu cerca de 15 segundos após a decolagem, em uma plantação de eucaliptos.

 

Todas as vítimas eram passageiras da aeronave e morreram carbonizadas, conforme a corporação. No avião estavam o sócio da Raízen Celso Silveira Mello Filho, sua esposa Maria Luiza Meneghel, e os 3 filhos do casal: Celso Meneghel Silveira Mello, Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin, e Fernando Meneghel Silveira Mello. Também morreu o piloto Celso Elias Carloni, e o copiloto Giovani Dedini Gulo.

Imagens de uma câmara de segurança mostraram o momento em que o avião cai na mata. Logo após a queda, a aeronave explodiu. O Corpo de Bombeiros mobilizou uma equipe para fazer o resgate, mas não houve sobreviventes. 

A área permanece isolada para perícia e o acidente será investigado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da FAB.

Leia mais:
Trabalhadores nascidos em agosto podem sacar auxílio emergencial

Casos da variante Delta da Covid disparam em Minas; já são 7 ocorrências da Mu