O Brasil bateu a marca das quatro mil mortes diárias por Covid-19. De acordo com o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, na noite desta terça-feira (6), foram confirmados 4.195 óbitos em função da doença.

Com isso, o número de vítimas que não resistiram à pandemia do novo coronavírus subiu para 336.947. Ainda há 3.598 mortes em investigação por equipes de saúde. Isso porque há casos em que o diagnóstico sobre a causa só sai após o óbito do paciente.

Covid

O número de pessoas recuperadas subiu para 11.558.774

Já o número de novos casos confirmados em 24 horas foi de 86.979. O país chegou a 13.100.580 pessoas infectadas desde o início da pandemia. 

O número de brasileiros recuperados subiu para 11.558.774. Já a quantidade de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.204.849.

Os dados em geral são menores aos domingos e segundas-feiras pela redução de trabalhadores para fazer os novos registros de casos e mortes. Já às terças, eles tendem a ser maiores, já que neste dia o balanço recebe o acúmulo das informações não processadas no fim de semana.

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela Covid-19 é liderado por São Paulo (78.554), Rio de Janeiro (38.040), Minas Gerais (25.795), Rio Grande do Sul (21.018) e Paraná (17.685). Já as unidades federativas com menos óbitos são Acre (1.306), Amapá (1.346), Roraima (1.362), Tocantins (2.133) e Sergipe (3.642).

Vacinação

Até o início da noite de hoje, haviam sido distribuídas 43,3 milhões de vacinas. Deste total, foram aplicadas 22,4 milhões de doses, sendo 17,4 milhões da 1ª dose e 4,9 milhões da 2ª dose.

Leia mais:
Júlia Kubitschek e Alberto Cavalcanti tentam contratação emergencial de médicos e enfermeiros, em BH
Bolsonaro conversa com presidente russo sobre importação da vacina Sputnik V