As políticas migratórias estabelecidas pelo governo brasileiro podem tornar os imigrantes haitianos vulneráveis a violações e abusos de direitos humanos. O alerta é feito pela Organização Internacional de Migrações (OIM), principal entidade mundial que se ocupa dos fluxos migratórios.

Para a organização, a política adotada pelo Brasil de dar vistos humanitários aos haitianos apresenta limitações.A organização teme que os mecanismos estabelecidos pelo governo brasileiro para receber legalmente os haitianos podem não ser suficientes, diante da demanda que continua crescendo e do fluxo migratório.

Com sede em Genebra, na Suíça, a OIM revelou que foi contratada pelo governo brasileiro para realizar um levantamento da situação migratória dos haitianos no Brasil, justamente para avaliar a situação e orientar sobre possíveis medidas a serem tomadas. Dois pontos serão tratados no estudo: o primeiro é sobre a integração dos haitianos na sociedade e na economia brasileiras.

O outro é a rota para chegar ao Brasil, além dos riscos e desafios no caminho. Essa segunda parte avaliará não apenas a situação no Brasil, mas as condições em países de trânsito, como Bolívia, Equador e Peru.